back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 25 de novembro de 2017
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 06/11/2017 - 14:08:05

Destacada revitalização da Linha
Verde Sul e outras obras

  • Tico Kuzma levantou o debate sobre a revitalização da Linha Verde Sul. Ele também comentou a sinalização de cruzamentos da avenida Winston Churchill. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Tito Zeglin também destacou as obras na Linha Verde Sul. Sobre a Winston Churchill, defendeu a revitalização da avenida. (Foto: Chico Camargo/CMC)
  • Helio Wirbiski disse que nesta quinta-feira o governador anunciará a obra para retirada das torres da avenida Comendador Franco. (Foto: Chico Camargo/CMC)
Dentre outras obras de revitalização asfáltica e sinalização viária da Prefeitura de Curitiba, vereadores destacaram, na sessão desta segunda-feira (6) da Câmara Municipal, o início da recuperação de trecho da Linha Verde Sul. As obras começaram nesta manhã, a partir do ponto em que a alça do Contorno Leste se encontra com a BR-476, no Pinheirinho. Segundo a Prefeitura de Curitiba, serão revitalizados 1.840 metros em cada sentido da rodovia, a um custo de R$ 1,9 milhão, com previsão de entrega dentro de 60 dias.

Em referência ao acidente entre dois veículos, em que cinco pessoas morreram carbonizadas e uma ficou ferida na BR-476, no Pinheirinho, na manhã desse domingo (5), Tico Kuzma (Pros) destacou que “Graças a Deus” os trabalhos começaram. “É uma obra esperada há muito tempo, que o prefeito e o vice conseguem realizar neste primeiro ano de gestão e que trará mais segurança a pedestres e motoristas que lá trafegam”, declarou Kuzma. O vereador acrescentou que os trabalhos devem ocorrer em período especial, das 9h às 16h, “para tentar diminuir o impacto que a obra ocasionará no trânsito”.

“É uma obra muito importante da cidade de Curitiba”, comentou o presidente do Legislativo, Serginho do Posto (PSDB). A recuperação do asfalto da Linha Verde Sul, avaliou Tito Zeglin (PDT), “chegou em boa hora”. “Esta obra em 2010 já era para ter acontecido. Porém, houve falta de vontade do prefeito da época. Agora o prefeito entendeu que é importante, que é inconcebível que o cidadão que entra na cidade passe por aquele trecho tão difícil”, acrescentou.

Winston Churchill
Ainda sobre a região sul da cidade, Kuzma disse ter se reunido com o então presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Reginaldo Reinert, e o administrador regional do Pinheirinho, João do Suco, para debater a melhoria da sinalização dos cruzamentos da avenida Winston Churchill com a rua Frei Teófilo, no bairro Capão Raso, e com a Santa Regina, no Novo Mundo. A “solicitação é antiga”, lembrou o vereador, e em outubro foi debatida na sessão plenária (leia mais).

“A prefeitura está tentando viabilizar recursos para a viabilização de um binário. Assim, enquanto não implanta, o compromisso é fazer adequações nesses retornos com sinalização e trazer mais tranquilidade aos motoristas que trafegam naquela região”, afirmou Kuzma. “Eduardo Pimentel, secretário de Obras [e vice-prefeito], recebeu das minhas mãos um abaixo-assinado, uma reivindicação dos moradores e comerciantes da avenida Winston Churchill. Eles pedem uma revitalização da avenida”, completou Tito Zeglin.

“Uma avenida importante que liga o terminal do Pinheirinho ao do Capão Raso”, disse o vereador, que alertou ao estado das pistas laterais. “Prefeitos e prefeitos fizeram campanha em cima do metrô que não saiu e que não vai sair”, continuou Zeglin. “A Francisco Raitani e a Otávio Saldanha Mazza serão revitalizadas, mas a Winston Churchil também merece, pois está intransitável em suas laterais.” Ele lembrou que a avenida só tem uma única fila de iluminação pública e que “na rua Nossa Senhora do Perpétuo Socorro tem antipó de 40 anos”.

Avenida das Torres
Helio Wirbiski (PPS) disse que o governador Beto Richa anunciará em cerimônia nesta quinta-feira (9), às 10 horas, o início das obras para a retirada  das torres e superpostes da avenida Comendador Franco, a avenida das Torres, que liga Curitiba a São José dos Pinhais. Realizado em parceria com a Copel, o projeto deve durar um ano e substituir a atual linha de energia por uma linha subterrânea.

Wirbiski falou que a reivindicação é “muito antiga”. A substituição das torres, defendeu ele, deve valorizar o Viaduto Estaiado, “que foi muito criticado, mas que não podemos destruí-lo. Foi dinheiro público, talvez mal investido, mas muitos estudantes [de Engenharia Civil e Arquitetura] vão lá”. O vereador também defendeu que o novo sistema prepara a avenida para a instalação de VLT ou outro modal de transporte.


Texto:   Fernanda Foggiato e João Cândido Martins
Revisão:   Claudia Krüger
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:
Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2017 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.