back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 19 de julho de 2018
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 02/05/2018 - 13:00:50

Em 1º turno, aprovadas Cidadania
Honorária e quatro utilidades públicas

  • “Mais do que um incentivador ou produtor cultural, é um 'agitador cultural' muito querido pelos artistas”, destacou Goura. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • “Foi uma dos responsáveis pela revitalização do bairro São Francisco”, acrescentou Jairo Marcelino. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Dr. Wolmir salientou as atividades da ONG no auxílio a moradores em situação de rua e mulheres em vulnerabilidade social. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Thiago Ferro defendeu a declaração de utilidade pública para a ONG CTM Cultural. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Em primeiro turno, Câmara aprovou quatro declarações de utilidade pública e uma Cidadania Honorária. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
A Câmara Municipal acatou em primeiro turno, na sessão plenária desta quarta-feira (2), projeto de lei que dá a Cidadania Honorária de Curitiba à Arlindo Ventura, conhecido como Magrão e proprietário de O Bar do Torto, uma homenagem a Mané Garrincha (006.00018.2017). A proposta, de autoria de Goura (PDT) e Jairo Marcelino (PSD), recebeu 22 votos favoráveis, e precisa passar por segunda votação na sessão extraordinária de amanhã (3) antes de seguir para sanção do prefeito.

Arlindo Ventura nasceu em Mauá (SP) e se mudou para Curitiba em 1989. Goura destacou a dedicação de Magrão ao entretenimento e à cultura na cidade. “O Torto Bar se tornou ponto de referência para a juventude alternativa de Curitiba”, frisou. O homenageado também foi responsável, em 2008, por dar início à Quadra Cultural, evento com o objetivo de levar atividades culturais à população.

“Mais do que um incentivador ou produtor cultural, é um 'agitador cultural' muito querido pelos artistas, sejam eles curitibanos ou aqueles que visitam nossa cidade”, afirmou Goura. “Foi uma dos responsáveis pela revitalização do bairro São Francisco. São diversas casas em que os jovens se fazem presentes, sem reclamação de vizinhos”, acrescentou Jairo Marcelino.

Utilidades públicas

Com 25 votos “sim”, também em primeira votação, foi acatada a utilidade pública a Associação Martas & Marias (AMMAS). Segundo o autor do projeto (014.00003.2018), Dr. Wolmir Aguiar (PSC), a entidade trabalha em auxílio a moradores em situação de rua e mulheres em vulnerabilidade social. “Em 2017, foram 6 mil refeições distribuídas aos moradores de rua”, destacou o parlamentar, acrescentando o recolhimento de roupas para doação, cortes de cabelo e encaminhamentos às unidades de saúde. “Temos acompanhado esse trabalho excepcional, que engrandece a cidade”, comentou Noemia Rocha (PMDB). Em aparte, Professora Josete (PT) apoiou a proposta e informou que pediu balanço de atividades da instituição por uma “questão de legalidade”.

De Thiago Ferro (PSDB), foi aprovada com 23 votos favoráveis a declaração de utilidade pública para a ONG CTM Cultural (014.00068.2018, com substitutivo geral 031.00085.2017). A entidade, fundada por Roger Bortolan, é uma companhia de teatro que, há 18 anos, realiza apresentações artísticas para comunidades carentes, arrecadação de alimentos, entre outras ações. “Nos últimos três anos, teve recorde de público nos teatros administrados pela Fundação Cultural de Curitiba”, frisou o vereador, destacando o trabalho do grupo em temas como combate às drogas, alcoolismo, doenças sexualmente transmissíveis, defesa da vida, do meio ambiente e desenvolvimento sustentável.

Outras duas matérias foram acatadas em primeiro turno: uma para declaração de utilidade pública à Associação de Moradores e Amigos da Vila Jerusalém (014.00020.2018), de autoria de Serginho do Posto (PSDB), com 28 votos favoráveis; e à Associação de Moradores Amigos e Vizinhança da Vila Accordes (014.00095.2018), com 25 votos positivos, de autoria de Beto Moraes (PSDB). A proposta de Paulo Rink (PR), que declara de utilidade pública a Associação de Pais, Mestres e Funcionários do Colégio Estadual Papa João Paulo I (014.00089.2018), teve a votação adiada por uma sessão, porque o autor estava ausente do plenário.

Prêmios
Na manhã desta quarta-feira, o plenário aprovou quatro projetos de decreto legislativo referentes aos prêmios Papa João Paulo II, Ecologia e Ambientalismo e Profissional do Ano. Um deles, confere o premio João Paulo II a Adelmo Flori Peripolli e outros (016.00001.2018). Ele foi acatado com 28 votos positivos. Dois prêmios Ecologia e Ambientalismo foram aprovados. Um à Associação dos Moradores e Amigos do Jardim Social (AMA-JS), com 24 votos, e outros (097.00001.2018) e à Ana Wanke e outros (097.00002.2018) com 27 votos favoráveis. Também foi aprovado o decreto legislativo relativo ao prêmio Profissional do Ano que será concedido a Adalberto Mafra Moreno e outros (110.00001.2018), com 28 votos. As premiações concedidas pela Câmara Municipal foram unificadas recentemente na lei complementar 109/2018.


Texto:   Claudia Krüger
Revisão:   Pedritta Marihá Garcia
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2018 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.