back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 16 de agosto de 2018
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 04/06/2018 - 14:48:43

Plenário aprova homenagem a
Pizzatto e mais cinco projetos

  • Seis projetos de lei que estavam na pauta de hoje foram aprovados pelos vereadores, entre eles o que homenageia o ex-deputado federal Luciano Pizzatto. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Julieta Reis, autora do projeto que denomina um logradouro como Deputado Luciano Pizzatto, lembrou algumas passagens biográficas do homenageado. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Para Sabino Picolo, o ex-deputado, além de político, era um empreendedor e um ambientalista. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • “Uma figura que vai deixar saudade”, afirmou Mauro Bobato sobre Luciano Pizzatto, falecido em março desse ano. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Para Helio Wirbiski, Luciano Pizzatto era um amigo. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Paulo Rink defendeu a utilidade pública à Sociedade Esportiva Beneficente Botafogo Futebol Clube do Xaxim, entidade que ajuda crianças entre 6 e 15 anos. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Noemia Rocha disse acreditar na mudança através do esporte. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Goura defendeu a utilidade pública ao Instituto Unidos pela Vida, entidade que atende pessoas com fibrose cística. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Para Professora Josete, o problema de quem tem a doença se agrava devido às políticas públicas que não se efetivam no dia a dia. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
Nesta segunda-feira (4), o plenário da Câmara Municipal de Curitiba aprovou, em primeiro turno e em votações unânimes, seis dos sete projetos de lei que estavam na pauta, entre eles, o que nomeia um dos logradouros públicos da capital como Deputado Luciano Pizzatto e o que propõe a Semana de Conscientização Contra a Fibromialgia. Duas propostas de declaração de utilidade pública também foram acatadas e retornam à pauta de amanhã (5), em segunda votação.

De autoria de Julieta Reis e Sabino Picolo, ambos do DEM, o projeto que dá o nome de Deputado Luciano Pizatto a um dos logradouros de Curitiba (009.00010.2018) foi acatado com 25 votos favoráveis. A homenagem ao ex-parlamentar foi protocolada no Legisaltivo em 22 de março deste ano, um dia após seu falecimento. Ele atuava como secretário de representação do Governo do Paraná em Brasília desde maio de 2017 e quando morreu, vítima de um mal súbito, acompanhava a governadora Cida Borghetti em agenda oficial na capital do país.

Ao defender a iniciativa, Julieta Reis lembrou que o homenageado iniciou sua carreira na política em 1986, ainda no PMDB, hoje MDB. “Sua principal bandeira como parlamentar era a tentativa de conjugar a produção agrícola, o manejo florestal e a conservação do meio ambiente”, disse Julieta, ao destacar os cinco mandatos do homenageado como deputado federal e lembrar que, em uma reportagem do jornal O Estado do Paraná, Luciano Pizzatto foi definido como um “ruralista com bom trânsito entre os ambientalistas”. Entre os projetos defendidos por ele, está a criação do Parque Nacional da Ilha dos Currais, entre as baías de Guaratuba e Paranaguá.

Co-autor do projeto, Sabino Picolo declarou que foi candidato a vereador em 1992, mesmo ano em que Luciano Pizzatto se candidatou a prefeito de Curitiba. “Aprendi muito com ele”, contou. Para o parlamentar, o ex-deputado, além de político, era um empreendedor e um ambientalista. “Como engenheiro florestal pela Universidade Federal do Paraná [UFPR] ele recebeu o 1º Prêmio Nacional de Ecologia em 1986, do CNPQ/Fundação Roberto Marinho”. O homenageado também era especialista em Direito Ambiental pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). “Ele teve uma forte atuação política e empresarial”, concluiu.

A homenagem foi apoiada por vários vereadores em plenário. “Todos lamentamos a morte do Luciano”, disse Tico Kuzma (Pros), ao citar que, no dia de sua morte, a Câmara de Curitiba destacou a trajetória de Pizzatto. Para Maria Manfron (PP), “é importante lembrar de uma pessoa que foi muito importante para o nosso Paraná, com seu trabalho pelo meio ambiente e pela agricultura”. Mauro Bobato (Pode), por sua vez, lembrou que seu pai conviveu com o homenageado nos tempos de militância no Partido Democratas. “Uma figura que vai deixar saudade”, completou.

Osias Moraes (PRB) lamentou ter conhecido Pizzatto apenas um mês antes de sua morte. “Era um homem com a mente sempre aberta por um futuro melhor”, complementou. Para Helio Wirbiski (PPS), Luciano Pizzatto era um amigo: “convivemos na política muitas vezes ao mesmo lado. Sabemos da contribuição que ele deu ao Paraná. É uma justa homenagem”.

Botafogo Futebol Clube
O projeto de lei que declara de utilidade pública a Sociedade Esportiva Beneficente Botafogo Futebol Clube do Xaxim (014.00088.2017), de Paulo Rink (PR), foi aprovado com 28 votos positivos. “A entidade trabalha com crianças entre 6 e 15 anos. As atividades são feitas na associação e numa praça que conseguimos iluminação perto da rua Tenente Antonio Pupo”, informou o vereador, ao defender sua iniciativa. De acordo ele, que é ex-jogador de futebol profissional, a entidade desenvolve um trabalho social muito bonito e todo o trabalho feito é voluntário. Além de futebol, a associação também fornece aulas de muay thai.

Favorável à utilidade pública de Rink, Noemia Rocha (MDB) disse que acredita na mudança através do esporte. “Temos um índice elevadíssimo de jovens recuperados através do esporte”, afirmou. Já Helio Wirbiski, que participa do projeto Maestro da Bola, sugeriu que a Prefeitura de Curitiba exija dos clubes amadores (que funcionam em comodato), a contrapartida de ajuda às crianças. Para Oscalino do Povo (Pode) é “essencial que haja essa parceria entre escolas e igrejas para que o segmento coletivo possa ter sua qualidade de vida, sempre ouvindo as crianças que estão investindo no próprio futuro”.

Mauro Bobato acredita que a inciativa pode gerar o surgimento de um novo Paulo Rink. Cristiano Santos (PV) disse não conhecer de perto o trabalho, mas que já ouviu ótimas referências. Para Sabino Picolo, que é torcedor do Botafogo do Rio de Janeiro, a presença de Paulo Rink apoiando a entidade valoriza as ações sociais. “A garotada será inspirada no profissional que você foi, que conquistou o mundo com técnica”, pontuou o parlamentar do DEM.

Unidos pela Vida

Com 22 votos positivos, também foi aprovado a proposta de Goura (PDT) que declara de utilidade pública o Instituto Unidos pela Vida (014.00008.2018). A entidade sem fins lucrativos existe há mais de seis anos e vem lutando pelo esclarecimento e auxílio das pessoas com fibrose cística e seus familiares. “Seu trabalho consiste na reunião e disponibilização de informações claras sobre a doença, na capacitação de equipes e na pesquisa científica”, esclareceu o vereador.

Conforme Goura, o trabalho do Unidos pela Vida começou com Verônica Staziak, coordenadora do instituto, representada hoje em plenário por Neiva Gasparim. “Verônica levou 23 anos até ser diagnosticada com fibrose cística. Trata-se de uma doença rara, de proveniência genética e sem cura. Os meios de prevenção são o teste do pezinho, o  teste do suor e exames genéticos”, relatou. A doença se caracteriza por pneumonias frequentes, tosse crônica, diarreia, suor mais salgado do que o normal e dificuldade para ganhar peso e estatura.

Ao parabenizar Goura pela iniciativa, Noemia Rocha falou sobre a importância de se ter um olhar diferenciado sobre a doença. “Devemos destinar recursos para a entidade, para fomentar o trabalho social”. Para Professora Josete (PT), o problema “se agrava por políticas públicas que não se efetivam no dia a dia”. Ainda segundo a vereadora, a utilidade pública é uma forma de sensibilizar para que, no futuro, as pessoas que sofrem dessa doença tenham tratamento adequado.

Outros projetos

Tito Zeglin (PDT) optou por discutir amanhã, em segundo turno, seu projeto que dispõe sobre a instituição da Festa da Divina Misericórdia no calendário oficial da cidade (005.00024.2018). A matéria foi aprovada hoje com 25 votos positivos. A celebração faz parte das festividades culturais e religiosas da igreja católica em todo o mundo.

Também foi aprovada com 24 votos favoráveis, a proposta de lei que denomina de Benedito Martimiano da Silva um dos logradouros de Curitiba (009.00011.2018). Autor da homenagem, Beto Moraes (PSDB) pediu apoio do plenário de sua bancada. Dona Lourdes (PSB) pediu adiamento da votação, por uma sessão plenária, do projeto que concede o Vulto Emérito de Curitiba ao produtor e ator Gehad Ismail Hajar (007.00001.2018).


Texto:   João Cândido Martins
Edição:   Pedritta Marihá Garcia
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2018 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.