back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 11 de dezembro de 2018
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 23/04/2008 - 18:12:46

Comunidade luso-brasileira de Curitiba ganha destaque

  • Na mesa diretora da solenidade, comandada pelo vereador Tito Zeglin, a presença de Rosa de Oliveira, Glaucia Schwartz, Antonio Mello, Luis Renato Pedroso, Regina Carmellos, Luiz Antonio Borges, José Brandão Coelho e Angelo Batista. (Foto – Irene Roiko)
  • Hino do Brasil, cantado pelos presentes na homenagem à comunidade luso-brasileira. (Foto – Irene Roiko)
  • Em seu discurso, Angelo Batista ministrou uma “aula de História”, relacionando aspectos entre Brasil e Portugal. (Foto – Irene Roiko)
  • O desembargador Luis Renato Pedroso foi um dos agraciados. Entrega foi feita pelo vereador Aladim Luciano. (Foto – Irene Roiko)
  • Regina Celia Carmellos recebeu diploma em nome da cônsul de Portugal em Curitiba, Patrícia Gaspar, ao lado dos vereadores presentes. (Foto – Irene Roiko)
  • A homenagem foi agradecida por Pedroso, representando todos os luso-brasileiros em Curitiba. (Foto – Irene Roiko)
  • Público lotou o Palácio Rio Branco. (Foto – Irene Roiko)
Além do descobrimento do Brasil, em 22 de abril também se comemora o Dia da Comunidade Luso-brasileira. Para celebrar a data, o vereador Angelo Batista (PP) propôs solenidade na Câmara de Curitiba, em homenagem a esta parcela da população. O evento, em sua quarta edição, aconteceu no plenário do Palácio Rio Branco, e foi dirigido pelo primeiro vice-presidente da Casa, vereador Tito Zeglin (PDT).
Rica aula de história foi ministrada da tribuna por Angelo Batista, que recitou poesia do escritor Olavo Bilac. O parlamentar baseou seu discurso na relação histórica entre Brasil e Portugal, passando pelas grandes navegações, chegada da família Real e independência do Brasil. Também lembrou que a língua portuguesa é a sexta mais falada do mundo, abrangendo 230 milhões de pessoas em diversos países, mais de 80% delas no Brasil. “Portugal fez a lição de casa, foi finalmente aceita na comunidade européia e hoje tem economia pulsante, sendo nação de destaque e respeito, com grandes investimentos no Brasil”, disse o vereador. Batista agradeceu e justificou a quarta edição do evento. “Esta já tradicional homenagem é um sincero agradecimento que a Câmara de Curitiba presta ao povo português.”
Após a entrega dos diplomas de homenagem a cerca de 40 portugueses e descendentes e a Patrícia Carla Dourado Gaspar, cônsul de Portugal em Curitiba, representada por Regina Celia Carmellos, o desembargador Luis Renato Pedroso agradeceu em nome de todos os luso-brasileiros homenageados na noite. Em um breve discurso, considerou Portugal a Pátria Mãe e o Brasil como o filho predileto. “Esta é uma sensível e marcante homenagem anual, coincidindo com a data do descobrimento do Brasil. Daí a nossa emoção, regozijo e gratidão, orgulho dos antepassados lusos e prestígio dos vereadores”, disse, referindo-se à presença de Tico Kuzma (PSB), Paulo Salamuni (PV), Aladim Luciano (PV), Julieta Reis (DEM) e Jair Cézar (PSDB).
Homenageados
Receberam diploma em homenagem à comunidade luso-brasileira Alice do Amaral Faria, Ana Cristina Rupp Sansana, Antonio Alves de Castro, Antonio Dias, Antônio Claret de Rezende, Antonio Pedro Guerreiro, Arioswaldo Troncoso Cruz, Carlos Magno Braga, Clóvis do Espírito Santo Junior, Dina Maria do Nascimento, Ernesto Pereira de Azevedo, Fernando da Silva Cabarrão, Ilda Marques Dias, João Edison Gomes, Joaquim Carracház Guerreiro, José Martins Pêra, José Resina de Almeida, José dos Santos Barreto, Luis Alberto Pinheiro, Luiz Arthur da Conceição, Luizita Maria Teixeira, Manuel Isalino Cardoso, Maria Alice da Silva Saldanha Gomes, Maria de Fátima Dias, Nestor Mendes Sansana Filho, Roseli Terezinha Boschilia, Vera Lúcia Machado e Victor Manuel Gonçalves Barbosa.
Presenças
Também estavam presentes Antonio Mello, presidente do Conselho Estadual da Comunidade Luso-Brasileira do Paraná; Luiz Antonio Borges, presidente do Conselho Deliberativo da Sociedade Portuguesa; Glaucia Martins Schwartz, representando a Fundação de Ação Social (FAS); José Brandão Coelho, presidente da Câmara Portuguesa de Comércio do Sul do Brasil – Paraná, e Rosa de Oliveira, presidente da Academia Paranaense da Poesia.
Luso
Portugal foi fundada em 1143. Suas fronteiras continentais, praticamente inalteradas desde o século XIII, fazem do país um dos mais antigos do mundo e refletem marcada identidade e unidade interna. No início do século XV, os portugueses iniciaram a maior epopéia de viagens, que os tornaria célebres pela descoberta dos caminhos marítimos para a Índia, Brasil, China e Japão.
Distribuída por todo o Brasil, a comunidade portuguesa tem maior concentração nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, onde estão cerca de 90% de seus integrantes. Fora de Portugal, o Brasil constitui um dos mais relevantes agentes da preservação e difusão da cultura portuguesa.



 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Anexos:

Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2018 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.