back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 21 de julho de 2019
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 09/05/2011 - 18:34:44

Vereador advertido pelo Conselho de Ética

  • Sessão plenária foi suspensa e aberta reunião do Conselho de Ética pelo atual presidente, Francisco Garcez. (Foto – Andressa Katriny)
  • Medida disciplinar foi aplicada pelo presidente da Casa, vereador João Cláudio Derosso. (Foto – Andressa Katriny)
  • Professor Galdino, ao fundo, recebeu a advertência verbal. (Foto – Andressa Katriny)
O vereador Professor Galdino (PSDB) recebeu, nesta segunda-feira (9), a advertência verbal estipulada pelo Conselho de Ética da Câmara Municipal de Curitiba. O parlamentar respondeu a três processos administrativos, que tratavam de injúria racial, uso indevido do gabinete parlamentar durante o processo eleitoral de 2010 e quebra de decoro parlamentar. A sessão plenária foi suspensa e aberta reunião do conselho pelo atual presidente, vereador Francisco Garcez (PSDB). A medida disciplinar foi aplicada pelo presidente da Casa, João Cláudio Derosso (PSDB), conforme prevê o parágrafo primeiro do artigo 9º do Código de Ética Parlamentar.
 Integram o conselho os vereadores Jorge Yamawaki (PSDB), Noemia Rocha (PMDB), Valdemir Soares (PRB) e Zezinho do Sabará (PSB). Os suplentes são Odilon Volkmann (PSDB), Dirceu Moreira (PSL), Tito Zeglin (PDT), Paulo Salamuni (PV) e Professora Josete (PT). Anteriormente, o conselho era presidido pelo vereador Roberto Hinça (PDT), que neste ano assumiu a corregedoria do Legislativo para o próximo biênio.
Processos
A acusação de injúria racial foi protocolada na Câmara pelo presidente do Conselho Municipal de Política Étnico-Racial, Saul Dorval da Silva, após o registro de boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher por Cleusa da Cruz Santos, ex-funcionária do gabinete de Galdino.  A queixa de crime eleitoral foi protocolada também por um ex-assessor do vereador, que o acusou de ter utilizado pessoal e estrutura da instituição durante a campanha eleitoral de 2010.
O terceiro processo que resultou em advertência verbal foi aberto a pedido de 23 vereadores. A solicitação foi protocolada após relato de distribuição para jornais de nota atribuída ao parlamentar com acusações desprovidas de comprovação contra os demais vereadores, prejudicando a imagem institucional do Legislativo.
Durante o processo de análise pelo conselho, o parlamentar declarou-se inocente das acusações.



 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:
  • Anexos:

Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2019 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.