back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 18 de janeiro de 2019
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 24/10/2012 - 19:22:44

Delegação de Moçambique é recebida pelos vereadores

  • Na tribuna, o prefeito de Nampula, Castro Namuaca, afirma em nome da delegação que levará importantes lições políticas ao seu país, além de cumprimentar o processo democrático brasileiro. (Foto - Anderson Tozato)
  • Integrando a mesa, com o presidente João Luiz Cordeiro e outros vereadores, o prefeito participa do debate . (Foto - Anderson Tozato)
  • Vereadores presentes à sessão demonstram interesse na troca de experiências com os representantes de Moçambique, um dos países de língua portuguesa na África. (Foto - Anderson Tozato)
  • Demais integrantes da delegação assistem à sessão. (Foto - Anderson Tozato)
  • Em foto oficial, os visitantes e vereadores. (Foto - Anderson Tozato)
Delegação com oito prefeitos de Moçambique, país localizado na costa oriental da África, esteve em visita ao plenário da Câmara de Curitiba, na sessão desta quarta-feira (24). Castro Armindo Sanfis Namuaca, prefeito de Nampula, falou na tribuna, representando a delegação e participou de debate para troca de experiências políticas com os vereadores. Por quase uma hora trataram de diversas questões similares aos dois países republicanos, com destaque para o processo eleitoral em curso, “do qual queremos levar lições de democracia para o nosso país”, garantiu Castro. Os chefes de Executivo foram recebidos pelo presidente João Luiz Cordeiro, o João do Suco, do PSDB, e demais membros da Mesa.
A vinda dos prefeitos acompanhada pelo técnico da Direção Nacional de Terras e Florestas, Jacinto Bernardo Tualufo, foi possibilitada pela Oficina de Intercâmbio Profissional Brasil-Moçambique, promovida pela Cooperativa Ambiens, a pedido do país africano. “Eles buscam no Brasil exemplos de políticas territoriais, regularização fundiária e instrumentos de gestão pública, como os Planos Diretores e o Estatuto da Cidade”, explicou o urbanista Alexandre Pedrozo, da Ambiens, que também acompanhou a delegação.
Durante esta semana, os oito representantes de Moçambique, de diversas regiões do país, conheceram a experiência curitibana em infraestrutura, visitaram órgãos públicos como o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC), o Instituto de Terras, Cartografia e Geociências (ITCG), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e o Instituto Ambiental do Paraná (IAP).
Experiências
Na Câmara Municipal tomaram conhecimento do funcionamento do Legislativo e aproveitaram para participar da sessão plenária, a convite da vereadora Professora Josete (PT).
Moçambique vivencia um sistema democrático novo de apenas 100 anos e está há 15 promovendo a municipalização dos distritos. Castro explicou aos vereadores que os problemas de implantação são semelhantes aos que o Brasil enfrentou para redemocratizar a Nação. Em Moçambique, Armando Guebuza é o presidente da república, cujo parlamento de 250 membros é denominado Assembleia da República. Lá as eleições ocorrem a cada cinco anos. As províncias estão divididas em 128 distritos e estes em 394 postos administrativos, dos quais surgem 1042 localidades, o nível mais baixo da administração local do Estado. Após a recente redemocratização, na década de 1970, Moçambique vive um processo de consolidação das suas instituições sociais, levando à criação de municípios em todo o território nacional a partir de 1998. Até agora, foram criados 43 municípios.
“Os laços históricos que unem as duas nações têm sido importantes para consolidar não apenas a integração política, cultural e econômica, como também contribuir para a capacitação institucional”, explicou o prefeito de Nampula, capital da província de mesmo nome, conhecida como a capital do norte, um dos municípios mais progressistas do país, na região de Niasa.
Aspectos políticos
Durante o debate uma das questões políticas abordadas causou curiosidade. Castro esclareceu à vereadora Josete que no parlamento moçambicano 40% dos integrantes são mulheres. Dado que, segundo a parlamentar, “coloca o país à frente do percentual feminino em militância partidária no Brasil”. Ainda conforme o prefeito de Nampula, o sistema abriga o Ministério da Mulher e Ação Social, contudo “procura, ainda, prestigiar todos os segmentos de representatividade”.
Da mesma região de Nampula, integrou a delegação o prefeito de Lichinga, Augusto Luis Bonomar Assique. Fernando Abel Neves, que administra a cidade de Mocimboa da Praia; João Luis, prefeito de Monapo; Manuel Lopes de Araújo, prefeito de Quelimane (região da Zambézia); Rogério Francisco dos Santos Gaspar, prefeito de Mocuba (Zambézia); Tagir Assimo Carimo, prefeito de Pemba (Cabo Delgado), e Vicente da Costa Lourenço, prefeito de Cuamba (Niasa).
Participaram do debate os vereadores Pedro Paulo (PT), Paulo Salamuni (PV), o líder do prefeito na Casa, Serginho do Posto, Jair Cézar (PSDB), Maria Goretti (PSDB), Tito Zeglin (PDT), Valdemir Soares (PRP), Professora Josete (PT), Renata Bueno (PP), Denilson Pires (DEM) e Algaci Tulio (PMDB).


 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Anexos:

Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2019 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.