back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 20 de junho de 2019
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 13/03/2019 - 14:38:39

Greca entrega seis ônibus e promete
resultado de auditoria na bilhetagem

  • Segundo Greca, os novos ônibus têm capacidade para 250 passageiros e totalizam 163 veículos novos. (Foto: Carlos Costa/CMC)
  • Seis ônibus foram estacionados na rua Barão do Rio Branco, em frente ao palácio, para a entrega oficial realizada pelo prefeito Rafael Greca. (Foto: Carlos Costa/CMC)
  • Acompanhado pelo vice Eduardo Pimentel, Rafael Greca disse que escolheu a Câmara como local da cerimônia por "gratidão" aos vereadores que aprovaram o Plano de Recuperação. (Foto: Carlos Costa/CMC)
  • O presidente da Câmara, Sabino Picolo, agradeceu a prefeitura pela revitalização da praça Eufrásio Correia. (Foto: Carlos Costa/CMC)
  • Professora Josete afirmou que a entrega em frente a Câmara foi oferecer “pão e circo” ao povo e que a tarifa já é paga pelos usuários. (Foto: Carlos Costa/CMC)
  • Líder do governo, Pier Petruzziello prometeu rebater as críticas de Josete na próxima sessão plenária. (Foto: Carlos Costa/CMC)
  • O presidente da Scania no Brasil, Silvio Munhoz, e Cristiano Locatelli, diretor da concessionária Cotrasa, que venderam os novos ônibus ao município, entregaram uma placa em homenagem ao prefeito. (Foto: Carlos Costa/CMC)
“Eu quis entregar esses ônibus novos do processo da renovação da frota aqui no Palácio Rio Branco para significar a minha gratidão [aos vereadores] pela votação do processo de recuperação de Curitiba [Plano de Recuperação]”, disse o prefeito Rafael Greca, em plenário nesta quarta-feira (13). Foi logo antes de apresentar seis ônibus biarticulados novos que foram estacionados na rua Barão do Rio Branco, em frente à Câmara Municipal de Curitiba (CMC) – a sessão foi suspensa durante esse período. O prefeito garantiu que “não há caixa-preta na Urbs”, que os dados estão no site e que em quinze dias apresentará ao Legislativo os resultados de uma auditoria em andamento no sistema de bilhetagem eletrônica do transporte público.

“O dia de hoje é histórico em Curitiba. Estamos entregando mais 6 ônibus biarticulados, cada um com capacidade para 250 passageiros, perfazendo 163 veículos novos, desde que recomeçamos a renovar a frota que havia ficado sucateada por decisão política do meu antecessor, entre 2013 a 2017”, declarou o prefeito. Os novos ônibus foram comprados pela fabricante Scania, “que ofereceu menor preço”, garantiu Greca.

Ele falou ainda do subsídio de R$ 50 milhões para a tarifa social – com mais R$ 40 milhões do Estado – que subiu de R$ 4,25 para R$ 4,50, enquanto a tarifa técnica foi fixada em R$ 4,79, e criticou a oposição por contestar o aumento. “A tarifa não é um ativo político. É demagógico, cretino e muito contrário ao interesse público da cidade se insurgir contra o preço da tarifa, não há caixa-preta na Urbs, está tudo na internet.” Para ele, “o gesto do deputado Goura (e ex-vereador pelo PDT) de pedir a um juiz federal que anunciasse pela [rádio] CBN a suspensão do aumento da tarifa, nos deu um prejuízo no Fundo de Urbanização de Curitiba de R$ 317 mil. É dinheiro suficiente para pagar a troca da plataforma de mais um terminal.”

Cobradores
Rafael Greca pediu apoio ainda para o projeto de lei que tramita na Câmara que pretende extinguir a função de cobrador (005.00189.2018). “Nós só podemos interferir na tarifa naquilo que diz respeito ao município, por isso a minha mensagem aqui dizendo que cobradores custam R$ 0,80 na tarifa e que querer mantê-los custará também para a cidade R$ 0,80 centavos a mais na tarifa técnica”. Para o prefeito, a bilhetagem eletrônica permitirá o uso do transporte por tempo, “as tarifas diferenciadas localizadas no entorno das ruas da cidadania, com a modernização que é essencial a todas as cidade do mundo”. Já sobre os cobradores, concluiu que “o aproveitamento dos funcionários deve ser resolvido pelas empresas, com a requalificação”.

Manifestações em plenário

Após a entrega dos ônibus, a sessão plenária foi retomada. Professora Josete (PT) rebateu algumas informações fornecidas pelo prefeito. Para ela, não há transparência nos valores que são praticados pra compor a tarifa e isso é um problema de “décadas”. “Qualquer vereador que tome medidas ou suba à tribuna pra trazer esses elementos pra debate está exercendo sua função, que é de fiscalização. E digo mais, trazer aqui ônibus pra frente da Câmara de Curitiba e parar o trânsito pra dizer que foi benesse do prefeito acho que é uma tremenda hipocrisia, porque o usuário é que paga a frota. Dentro da tarifa já está o valor que é destinado pra compra da frota. Isso está no contrato, quem paga a conta é usuário. É pão e circo o que acontece”, disse.

Citou número dos autos de um acordo feito na Justiça entre o Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp) e a Urbs para encerrar diversas ações protocoladas pelas empresas de ônibus contra a Urbs e renovar a frota que estava congelada há 4 anos. “Até o acordo, estava sendo praticado um desconto no valor repassado às empresas por conta da não renovação da frota. Estamos falando de um contrato que está sub judice [em julgamento], questionado pelo próprio Ministério Público do Paraná porque há fortes indícios de irregularidades no processo licitatório e de cartelização poque as empresas que ganharam a licitação foram as que já operavam o sistema.”

O líder do prefeito na Câmara, Pier Petruzziello (PTB), disse que precisaria se ausentar naquele momento para uma reunião com Greca e o embaixador de Israel, mas que responderia a fala da vereadora na próxima sessão, marcada para segunda-feira (18).

Ainda no início da sessão, em discurso no pequeno expediente, Tico Kuzma (Pros) destacou a entrega dos ônibus, parabenizando o prefeito. Bruno Pessuti (PSD), apesar de elogiar a renovação da frota, avaliou que o bilhete único, também chamado de tarifa temporal, seria “a maior inovação que o transporte coletivo pode receber”. Ele citou uma pesquisa da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), divulgada pela Gazeta do Povo, que apontou que esse modelo de integração poderia reduzir o tempo das viagens em 25%. “A forma como estamos ainda utilizando a tarifa unitária é válida, mas precisa ser reinventada. E passa pelo bilhete único”, acrescentou. Ele defendeu que muitos usuários, quando precisam pagar mais que duas passagens por dia, optam outros modais, como a motocicleta.

Revitalização da praça
O presidente do Legislativo, Sabino Picolo (DEM), lembrou que a revitalização da praça Eufrásio Correia, ao lado da Câmara, está em andamento e agradeceu o trabalho da equipe da secretária do Meio Ambiente, Marilza Dias, que esteve na cerimônia. “A praça está linda, maravilhosa, e agradecemos se puder terminar para o dia do aniversário da cidade [29 de março], porque nós queremos utilizar a escadaria [do palácio Rio Branco] para os eventos do aniversário da cidade, vamos participar do Natal Encantado, queremos ocupar essa praça com eventos esportivos, culturais, gastronômicos e trazer pessoas de bem.”


Texto:   Michelle Stival da Rocha
Revisão:   Filipi Oliveira
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:

Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2019 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.