back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 29 de janeiro de 2020
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 10/06/2019 - 14:21:35

Aprovadas mudanças administrativas
na CMC e Cidadania Honorária

  • O plenário aprovou quatro projetos de lei na sessão desta segunda-feira, três deles em primeiro turno. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Colpani defendeu a Cidadania Honorária de Curitiba ao cônego Gabriel Figura. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Julieta Reis foi uma das vereadoras que apoiou a homenagem. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Para Tito Zeglin, Gabriel Figura prega de uma forma “justa e sincera, diz o que tem que dizer”. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
Além da mensagem do Executivo para regulamentar a contratação de temporários, via Processo Seletivo Simplificado (PSS), os vereadores aprovaram mais três projetos de lei, durante a sessão desta segunda-feira (10). Da Comissão Executiva, seguirá para sanção ou veto a proposta de mudanças administrativas na Câmara Municipal de Curitiba (CMC), acatada em redação final. Por iniciativa de Colpani (PSB) e de Cacá Pereira (DC), respectivamente, o plenário foi favorável, em primeiro turno, à Cidadania Honorária ao cônego Gabriel Figura e à declaração de utilidade pública à Associação Cooperativa de Eventos e Serviços Paraná Social.

Aprovada com unanimidade, com 26 votos, a reforma administrativa foi votada em redação final, uma espécie de terceiro turno, devido à emenda acrescentada na última terça-feira (4), na segunda discussão. Além de criar a Ouvidoria da CMC (e não mais da cidade de Curitiba), o projeto modifica o funcionamento da Escola e da Controladoria do Legislativo (005.00051.2019). Também implementa alterações em cargos comissionados e em funções gratificadas (saiba mais). A Comissão Executiva é formada pelo presidente da Casa, Sabino Picolo (DEM), pelo primeiro-secretário, Colpani, e pelo segundo-secretário, Professor Euler (PSD).

Proposta por Colpani, a Cidadania Honorária de Curitiba ao cônego Gabriel Figura recebeu 28 votos e foi apoiada por diversos vereadores (006.00003.2019). Natural de Rio Negro (PR), ele atua desde 1998 na Paróquia Nossa Senhora das Dores – como é conhecida a Igreja dos Passarinhos, no Bigorrilho (006.00003.2019). A missa dominical das 9 horas, destacou o autor, é transmitida por uma rádio local há mais de 20 anos, “sendo líder de audiência neste horário”.

“Uma das qualidades, eu como católico praticante, é que é um padre que fala alto, fala claro. A homilia dele é fantástica. É um padre que o católico não vai dormir nunca no banco [da igreja]”, declarou Colpani. As polêmicas de Figura, defendeu o parlamentar, são “pelo bem da paróquia”. “Realmente é uma figura [em trocadilho com o sobrenome]. Um padre muito importante”, parabenizou Maria Manfron (PP).

“Eu o conheço há muitos anos, desde que estava em Fazenda Rio Grande [onde atuou de 1978 a 1985, na Paróquia São Gabriel da Virgem Dolorosa, até a transferência à Paróquia Nossa Senhora do Carmo, em Curitiba, que hoje possui status de santuário]”, relatou Tito Zeglin (PDT). Figura, avaliou o primeiro vice-presidente da CMC, prega de uma forma “justa e sincera, diz o que tem que dizer”.

Sobre as polêmicas do religiosa, Zeglin lembrou do caso da mula que Figura ganhou de presente de aniversário, em 2008, e queria instalar em um estábulo nos fundos da Igreja dos Passarinhos. Segundo Colpani, o animal, chamado de Bela Vista, foi levado à chácara do cônego, após reclamações de fiéis. A homenagem também foi apoiada pelos vereadores Bruno Pessuti (PSD), Geovane Fernandes (PTB) e Mauro Bobato (Pode).

Responsável pela indicação que lhe homenageou com o prêmio João Paulo II (decreto legislativo 14/2007), há 11 anos, Julieta Reis (DEM) disse que a Cidadania Honorária “está preenchendo uma lacuna”. “Deveríamos ter feito há muito tempo. Já o homenageamos com vários prêmios, mas não lembramos que o padre não é curitibano. E este é o título mais importante que a Câmara pode conceder [às pessoas nascidas em outras cidades]”, acrescentou a vereadora.

Ainda em primeiro turno, com 29 votos, o plenário aprovou a declaração de utilidade pública municipal à Associação Cooperativa de Eventos e Serviços Paraná Social (014.00009.2019). A proposta é de Cacá Pereira (DC) e não foi debatida.


Texto:   Fernanda Foggiato
Revisão:   Claudia Krüger
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:

Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2020 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.