back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 29 de maio de 2020
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 26/09/2019 - 09:42:00

Sugerido cadastro para aproximar
voluntários a asilos de idosos

  • Projeto quer que a FAS ajude na aproximação de voluntários a idosos e a instituições de cuidados de pessoas na terceira idade. (Foto: Carlos Costa/ CMC)
  • Autor da proposta, Professor Silberto alerta para o aumento do percentual de idosos em Curitiba. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
O projeto de lei que cria o Cadastro Municipal de Voluntariado foi protocolado em 22 de julho na Câmara Municipal de Curitiba (CMC) . Para o autor da iniciativa, Professor Silberto (MDB), o objetivo é ampliar o cuidado com os idosos de baixa renda que vivem na cidade ou estão em instituições sociais, como asilos, clínicas e centros de convivência. (005.00161.2019).

Os voluntários fariam um cadastro junto a Fundação de Ação Social (FAS), que mediaria o contato deles com “organizações sociais, instituições de longa permanência para idosos (ILPIs), asilos públicos, repúblicas, centros de convivência, hospitais públicos, clínicas públicas especializadas, pastorais, grupos de igrejas, entre outros”.

Mediante um diagnóstico do perfil dos voluntários cadastrados e das instituições com possibilidade de recebê-los, a FAS poderia fazer convênios com instituições de ensino superior e empresas para capacitar as pessoas que irão interagir com os idosos nesses espaços. “A ideia é transformar o voluntariado em política pública de atenção aos idosos, aproximando efetivamente os voluntários das instituições que prestam serviços sem fins lucrativos”, diz Silberto.

Na justificativa, o vereador argumenta que a população curitibana segue uma tendência mundial e, nos próximos dez anos, será composta por um percentual progressivamente maior de idosos. “Sendo a atenção ao idoso responsabilidade do Estado, da família e da sociedade, vimos a necessidade de se efetivarem políticas públicas para a prevenção e qualidade de vida dos idosos do nosso município”.

Tramitação
A iniciativa começa a tramitar oficialmente na CMC com a leitura no pequeno expediente, sendo depois encaminhada para a instrução técnica da Procuradoria Jurídica da Casa. Em seguida, vai para a análise das comissões temáticas. Durante essa fase, podem ser solicitados estudos adicionais, juntada de documentos faltantes, revisões nos textos ou o posicionamento de outros órgãos públicos afetados por seu teor. Depois de passar pelas comissões, a proposição estará apta para seguir para o plenário e, se aprovada, para a sanção do prefeito para virar lei.

*Notícia elaborada pela estudante de Comunicação Organizacional Thaiane Lago Rovani, especial para a CMC.
Revisão: José Lázaro Jr. Supervisão do estágio: Filipi Oliveira.



 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:

Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2020 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.