back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 28 de janeiro de 2020
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 28/11/2019 - 09:29:19

Revisão da "Lei da Carrocinha" cria
uma central municipal de adoção

  • Revisão da “Lei da Carrocinha” cria uma central municipal de adoção para animais apreendidos nas ruas. (Foto: Arquivo/CMC)
  • Ao tirar sacrifício de animais da Lei da Carrocinha, Mestre Pop diz que as cidades devem ser entendidas como um “espaço de vida”. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
Em projeto de lei protocolado na Câmara Municipal de Curitiba (CMC), o vereador Mestre Pop (PSC) altera a norma municipal 52/1948 – a “Lei da Carrocinha”. Elaborada no século passado, ela obriga a administração pública a apreender “todos os animais encontrados soltos nas ruas e logradouros dos quadros urbanos da cidade”. Com a adequação proposta, os animais seriam recolhidos a um Canil Municipal, onde seriam vacinados, castrados e micro chipados. Os animais permaneceriam no equipamento público, estando disponíveis para adoção (005.00206.2019).

Na justificativa, Mestre Pop diz que as cidades devem ser entendidas como um “espaço de vida” e que vê sua proposta como um incentivo à doação. Ao atualizar a norma, ele apaga o antigo artigo 5º, que previa o funcionamento da “Carrocinha” – animais apreendidos que não fossem reavidos pelos donos, ou arrematados em leilões públicos, eram sacrificados pela Prefeitura de Curitiba. Diferente disto, a nova redação garante a integridade física dos animais. “O animal apreendido deverá permanecer no Canil Municipal até que seja procurado pelo seu dono ou que seja doado”, diz o projeto.

“Não serão admitidas quaisquer formas de apreensão que coloquem em risco a vida dos animais, devendo os responsáveis pelo descumprimento no disposto deste artigo responderem pelos excessos conforme legislações vigentes”, garante o projeto. Pop também registrou condutas de asseio e prevenção de doenças, como a obrigação de “animais que apresentarem sintomas característicos de doenças” serem isolados dos demais e tratados por médico veterinário. A alimentação dos animais apreendidos, sugere Pop, virá do Banco de Ração (leia mais).

Tramitação
Após o protocolo da proposição no Legislativo e a leitura no pequeno expediente de uma sessão plenária, o projeto de lei começa a tramitar na Câmara de Curitiba. Primeiro a matéria recebe uma instrução técnica da Procuradoria Jurídica e depois segue para as comissões temáticas do Legislativo. Durante a análise dos colegiados, podem ser solicitados estudos adicionais, juntada de documentos faltantes, revisões no texto ou o posicionamento de outros órgãos públicos afetados pelo teor do projeto. Depois de passar pelas comissões, segue para o plenário e, se aprovado, para sanção do prefeito para virar lei.


Texto:   José Lazaro Jr.
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:

Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2020 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Fax: (41) 3350-4737 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.