back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 29 de março de 2020
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 20/01/2020 - 09:30:14

Primeiro projeto de 2020 quer combater
fake news em Curitiba

  • O objetivo do projeto é estimular a não produção, propagação e reprodução de mensagens fake news. (Foto: Letícia Bostelmann/CMC)
  • Para Rogerio Campos, as vítimas das fake news sofrem com danos físicos e psicológicos. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
Protocolado no dia 8 de janeiro, o primeiro projeto de 2020 na Câmara Municipal de Curitiba (CMC) sugere a criação de uma campanha de conscientização contra a disseminação de fake news. O vereador Rogerio Campos (PSC) propõe que todos os anos, no mês de setembro, sejam realizadas atividades que combatam a proliferação de notícias falsas (005.00001.2020).

A ideia é realizar durante todo o mês de setembro palestras, debates, rodas de conversas e ações educativas em locais de fácil acesso a comunidade. Estas campanhas devem servir como conscientização para que a população entenda os perigos de produzir, propagar ou reproduzir fake news. O projeto autoriza o Executivo a firmar convênios e parcerias com entidades sem fins lucrativos e instituições que tratam do tema para a realização de eventos, campanhas e atividades.

O vereador ainda comenta sobre os danos causados àqueles que sofrem com mentiras espalhadas a seu respeito. Por causa dos danos físicos e psicológicos, as vítimas deixam de interagir com as pessoas, se retraem e se excluem. “O que pode começar com algo pequeno em um grupo de WhatsApp ou uma página na internet pode acabar com a vida de pessoas”, diz Rogerio Campos.

Na justificativa, o vereador lista medidas que, se tomadas pelos cidadãos, já contribuiriam para reduzir o efeito nocivo das fake news. Campos sugere, por exemplo, que os leitores avaliem a fonte das informações, o site indicado e o autor do conteúdo, ponderando se os conhecem e atentando para a data de publicação. Também sugere que as notícias sejam lidas até o fim.

“Duvide se você receber uma notícia bombástica que não esteja em outros sites de notícia. Não compartilhe conteúdo por impulso. Você é responsável pelo o que você compartilha”, afirma o vereador, lembrando que, apesar do Brasil não possuir lei específica sobre fake news, o infrator pode ser punido com base na Lei Penal, por calúnia, injúria e difamação.

Tramitação
Protocolado em janeiro, o projeto primeiramente receberá uma instrução da Procuradoria Jurídica (Projuris), para então passar pelas comissões temáticas, nas quais poderão ser solicitados estudos adicionais, juntada de documentos faltantes, revisões no texto ou o posicionamento de órgãos públicos afetados por seu teor. Depois do trâmite nas comissões, a proposição estará apta para seguir para o plenário e, se aprovada, para a sanção do prefeito para se tornar lei.

*Notícia elaborada pela estudante de Jornalismo Isabela Miranda, especial para a CMC.

Supervisão do estágio: Filipi Oliveira.

Revisão: José Lázaro Jr.


 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:
  • Fotos:

Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2020 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.