back index CÂMARA MUNICIPAL
CURITIBA

Curitiba, 22 de fevereiro de 2020
 
Sim Não
controle de spam, digite o código no campo acima
Email Versão para impressão

Data: 12/02/2020 - 13:39:33

Notas da sessão plenária de
12 de fevereiro – 1ª edição

  • Campanha Janeiro Branco teve iluminação do Palácio Rio Branco e divulgação pela internet. (Foto: Carlos Costa/CMC)
  • Noemia: “É uma honra ser autora desta lei, que fomenta uma discussão importante em relação à depressão, à síndrome do pânico, em relação a doenças que estão tirando pessoas do mercado de trabalho”. (Foto: Carlos Costa/CMC)
  • Tico Kuzma sugeriu que o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, seja convidado pela CMC para falar sobre a implantação do aplicativo do EstaR. (Foto: Carlos Costa/CMC)
  • “Quando o sistema público de saúde perde um paciente, é inaceitável, principalmente por conta de uma justificativa onde eu aponto [uma] falha. O final desta história poderia ter sido diferente”, observou Maria Leticia. (Foto: Carlos Costa/CMC)
Janeiro Branco I
Realizada no mês passado dentro e fora das redes sociais da Câmara Municipal de Curitiba (CMC), a campanha Janeiro Branco foi elogiada em plenário por Noemia Rocha (MDB), autora da lei que instituiu a data na capital (lei municipal 15.160/2018). “Estamos com muitas leis importantes de conscientização [sobre doenças] e saber que a Câmara está aderindo a essas ações é saber que ela, em si, está se conscientizando”, destacou, ao agradecer o apoio do presidente, Sabino Picolo (DEM) e o trabalho das diretorias de Recursos Humanos, Patrimônio e de Comunicação.

Janeiro Branco II
“É uma honra ser autora desta lei, que fomenta uma discussão importante em relação à depressão, à síndrome do pânico, em relação a doenças que estão tirando pessoas do mercado de trabalho. Muitas empresas não contratam se tiver minimamente a informação de que um familiar [do candidato à vaga] tem depressão, por exemplo, porque a doença está associada à genética”, continuou a parlamentar. A data foi instituída no calendário em 2018 e é dedicada à realização de ações educativas para a difusão da saúde mental. (Fotos 1 e 2)

Ônibus Ligeirão
Tico Kuzma (Pros) informou que protocolou um pedido de informações sobre a implantação da nova linha de ônibus Ligeirão, ligando a Praça do Japão ao Terminal do Pinheirinho (062.00040.2020). “Há uma data prevista para a licitação e o inicio das obras? O projeto contempla a revitalização das calçadas e do pavimento da pista central em toda a extensão das avenidas República Argentina e Winston Churchill? As estações tubos serão desalinhadas? Há a previsão de implantação de ciclofaixa no projeto? Em quais trechos?”, pergunta. Lido na última terça (4) em plenário, o requerimento já foi enviado à prefeitura.

App do EstaR
Ainda na sessão plenária de hoje, Tico Kuzma (Pros) sugeriu ao líder do prefeito na CMC, Pier Petruzziello (PTB), e ao presidente da Câmara de Curitiba, Sabino Picolo (DEM), que convidem o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, para falar sobre a implantação do aplicativo do EstaR (Estacionamento Regulamentado). “Sabemos que uma das novidades em relação ao app é o tempo fracionado. A pessoa vai poder colocar o EstaR a cada 15 minutos e não somente a cada 1 ou 2 horas. Outra novidade é que o aplicativo vai avisar quando o tempo do veículo estiver vencendo, para que a pessoa saiba que o horário da validade do EstaR está vencendo”, disse. O presidente do Legislativo afirmou que vai pedir à Comissão de Serviço Público que faça o convite. (Foto 3)

Morte na UPA I
A morte de uma paciente da UPA Boqueirão, no último domingo (9), foi criticada por Maria Leticia Fagundes (PV). Segundo ela, a paciente tinha 36 anos de idade e estaria internada há cinco dias na unidade e sua transferência para um hospital já havia sido solicitada pela família à administração da UPA. No entanto, isso não ocorreu a tempo porque, conforme nota da Prefeitura de Curitiba lida pela vereadora, a Unidade de Pronto Atendimento “sinalizou a condição prioritária para a transferência, mas devido ao quadro de obesidade, ela necessitava de um leito especial”, que não estava disponível na rede pública de saúde. (Foto 4)

Morte na UPA II
“Quando o sistema público de saúde perde um paciente, é inaceitável, principalmente por conta de uma justificativa onde eu aponto [uma] falha. O final desta história poderia ter sido diferente. A morte é uma perda irreparável”, disse Maria Leticia, ao informar que o Município poderia ter acionado a chamada “vaga 0”, prevista na resolução 2.077/2014 do Conselho Federal de Medicina. A medida orienta que o médico plantonista do serviço hospitalar de urgência e emergência deve acionar imediatamente o coordenador de fluxo para o preenchimento da vaga 0 em caso de paciente em risco de morte. “Quando todos os hospitais dizem não ter vaga, há de acionar a ‘vaga 0’, e isso não aconteceu no caso desta mulher”, finaliza.

Liderança PSB
Requerimento indica as lideranças do PSB (Partido Socialista Brasileiro) para o período legislativo deste ano. O líder é o vereador Mauro Ignácio. Colpani e Dona Lourdes são, respectivamente, 1º vice e 2ª vice-líderes (042.00022.2020).

Obra parada no Tatuquara
Foi lido em plenário o requerimento de Marcos Vieira (PDT) que questiona a Prefeitura de Curitiba sobre a paralisação das obras de implantação de uma área de lazer e esporte na rua Vivaldino Mendes dos Santos, bairro Tatuquara (062.00054.2020). De acordo com o vereador, a empreiteira Donda abandonou o projeto há mais de 20 dias. “A empreiteira apenas descarregou caçambas de areia, de baixa qualidade que mais parece saibro, e não retornaram ao canteiro da obra”.

Ensino no Bairro Novo

Dois pedidos de informações protocolados ontem (11) pedem esclarecimentos sobre o atendimento da rede municipal de ensino na Regional Bairro Novo. O primeiro, de Marcos Vieira (PDT), trata do número de turmas do 6º ano do ensino fundamental e possível fechamento de vagas (062.00064.2020). O segundo, de Professor Silberto (MDB), trata da suspeita de subutilização da estrutura da Escola Municipal Guilherme Lacerda Braga Sobrinho (062.00069.2020).

Vagas nos CMEIs e CEIs
Dalton Borba (PDT) é autor de requerimento que pede à Prefeitura de Curitiba informações sobre a distribuição de vagas para a educação infantil nos Centros de Educação Infantil (CEIS), instituições conveniadas e nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) (062.00062.2020). “Quais foram os investimentos que o município fez nos anos de 2017, 2018, 2019 e a previsão para 2020, para ampliação e construção de novos CMEis? Qual o número de CMEIs e as respectivas vagas por região do município no período compreendido entre 2017 a 2020?”, pergunta o vereador.

Enchentes
“Qual o valor investido em prevenção e contenção de enchentes no município desde o início da atual gestão? Qual o valor investido nos últimos 12 meses no mesmo fim? Qual o número oficial de pessoas desalojadas por enchentes no município, desde o início desta gestão? Qual o número oficial de pessoas desalojadas por enchentes no município, no último ano?”. As indagações estão em um pedido de informações oficiais (062.00068.2020) protocolado por Professor Silberto (MDB).

Falta iluminação
Esclarecimentos quanto à recolocação de luminárias em uma viela próxima à rua José Fabiano Barcick, bairro Cajuru são solicitados ao Poder Executivo via requerimento de Cacá Pereira (DC). No pedido de informações (062.00059.2020), o parlamentar explica que os moradores pediram o serviço via Central 156, mas ainda não foram atendidos. “A via [sem iluminação] sai da Rua José Fabiano Barcick, recuando em média uns 40 metros para dentro do condomínio, o qual não possui portão fechado e sim acesso livre a moradores, sendo assim o serviço público precisa fazer as devidas funções. Vale salientar que o local não é área particular”, completa.


Texto:   Pedritta Marihá Garcia
Revisão:   Filipi Oliveira
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:

Voltar
 

Este legislativo municipal oferece através de seu site uma visão geral dos trabalhos realizados em prol da cidade de Curitiba. Acompanhe nesta ferramenta o trabalho dos vereadores, a execução do orçamento, e tenha acesso a diversas informações institucionais e de funcionamento. Nosso objetivo maior é o de dar transparência aos trabalhos aqui realizados. Lembramos que este site está em constante atualização e melhoria. Sua visita frequente é muito importante.

© 1997 - 2020 - Câmara Municipal de Curitiba - todos os direitos reservados

Câmara Municipal de Curitiba - Rua Barão do Rio Branco, 720 - Curitiba - Paraná - Brasil - CEP: 80010-902
Fone: (41) 3350-4500 - Email geral:
camara@cmc.pr.gov.br

Esse site pode ser melhor visualizado nos seguintes navegadores: Firefox 29, IE 11, Chrome 35 ou versões superiores.