CPI do Transporte entrega medida cautelar ao Ministério Público

por Márcio Silva publicado 16/10/2013 00h00, última modificação 13/07/2020 12h17
 CPI do Transporte entrega medida cautelar ao Ministério Público

Câmara defende que trabalhos da CPI sejam realizados sem interferências externas. (Foto – Anderson Tozato)

Integrantes da CPI do Transporte Coletivo da Câmara Municipal de Curitiba entregaram, na tarde desta quarta-feira (16), medida cautelar ao Ministério Público do Paraná (MP-PR). O documento foi confiado às mãos do procurador-geral do MP-PR, Gilberto Giacoia, pelo presidente da CPI, vereador Jorge Bernardi (PDT). Segundo Bernardi, o objetivo é proteger a CPI de “forças poderosas, que nos ameaçam com processos e outras (ameaças) veladas aos trabalhos realizados pela comissão”.

Ainda de acordo com Jorge Bernardi, os membros da CPI precisam de tranquilidade para desenvolver o relatório final sobre as investigações. “Temos sofrido muita pressão dos setores investigados, em especial  das empresas que operam o transporte coletivo da capital, setor este que representa 20% do orçamento da cidade”, enfatizou.

Gilberto Giacoia irá encaminhar a representação à Promotoria de Justiça de Proteção ao Patrimônio Público, que tem como primeiro promotor Paulo Ovídio dos Santos Lima. “Iremos desenvolver as ações necessárias para assegurar o pleno funcionamento da comissão parlamentar. Se em algum momento a Câmara Municipal se sentir cerceada em suas funções, o Ministério Público estará disponível para defender o Legislativo”, garantiu o procurador-geral.
 
Participaram da reunião Bruno Pessuti (PSC), Professora Josete (PT) e Tito Zeglin (PDT). Compõem ainda a CPI do Transporte Coletivo os vereadores Chicarelli (PSDC), Chico do Uberaba (PMN), Cristiano Santos (PV), Geovane Fernandes (PTB), Mauro Ignacio (PSB), Noemia Rocha (PMDB), Paulo Rink (PPS), Serginho do Posto (PSDB), Tiago Gevert (PSC) e Valdemir Soares (PRB).

Entenda o caso:

“Querem intimidar a CPI do Transporte”, afirma Bernardi

Presidente da CPI debate custódia preventiva de Isfer e Ghignone com MP

CPI do Transporte debaterá medida cautelar com MP

registrado em: