CPI está cumprindo sua missão com relatório final, diz Bernardi

por Márcio Silva publicado 26/11/2013 00h00, última modificação 13/07/2020 12h17
 CPI está cumprindo sua missão com relatório final, diz Bernardi

Para o presidente da CPI, Jorge Bernardi, comissão está cumprindo sua missão com a apresentação do relatório. (Foto – Anderson Tozato).

Integrantes da CPI do Transporte Coletivo comentaram, durante a sessão plenária desta segunda-feira (26), a avaliação do relatório final da comissão de inquérito, realizada ontem à tarde, na sala de reuniões da presidência do Legislativo. O presidente da CPI, Jorge Bernardi (PDT), declarou que a comissão “cumpriu com sua missão” ao aprovar o relatório final das investigações. O teor integral do relatório será apresentado na quinta-feira (28), às 14h30, no plenário da Câmara Municipal.

“O relatório reflete os quatro meses de investigações nessa Casa e só vem a exaltar o trabalho deste parlamento. Na próxima quinta-feira (28), quando a CPI completa cinco meses, faremos a apresentação do relatório à opinião pública”, declarou Bernardi. Conforme se comprometeu o relator da CPI, Bruno Pessuti (PSC), o relatório poderá receber ressalvas até as 12h de quinta-feira.

“Nosso trabalho foi técnico, isento e transparente. Hoje é possível conhecer cada um dos itens da planilha da tarifa”, acrescentou Bruno Pessuti, ao comentar o encerramento da CPI em plenário. Para o presidente do Legislativo, Paulo Salamuni (PV), a CPI é mais um dos exemplos do novo momento vivido pela Câmara Municipal. “Essa CPI era reivindicada há muito tempo pela sociedade curitibana. A comissão é exemplo de que não sofremos interferências nem pressões externas”, disse.

De acordo com Salamuni, a CPI contou com “liberdade absoluta” para que as investigações chegassem a este relatório. “Sinto-me feliz de ser presidente desta Casa em um momento de tamanha independência e produtividade deste parlamento”, acrescentou. O vereador Chico do Uberaba (PMN) aproveitou o momento para justificar seu voto contrário à aprovação do relatório. Segundo o vereador, ele desejava ter mais tempo para analisar o documento. “Meu compromisso é com a população e, a partir do momento em que eu assino, estou concordando com ele. Só poderei emitir minha opinião após a análise junto de minha equipe”, disse.

Requerimento

O vereador Tiago Gevert (PSC) protocolou, na Câmara Municipal, requerimento para que seja incluída no relatório a sugestão para manutenção do Fundo Assistencial, em benefício da Rede Integrada de Transporte (410.00101.2013). Segundo Gevert, os recursos devem ser repassados diretamente à Urbs e posteriormente ao Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba (Sindimoc) “sem a intermediação das empresas, garantindo assim que esses recursos chegarão aos trabalhadores sem atrasos”.

registrado em: