Diferença entre Serginho do Posto e 38º da lista foi de 8.266 votos

por Fernanda Foggiato — publicado 12/05/2020 02h18, última modificação 12/05/2020 02h18
Diferença entre Serginho do Posto e 38º da lista foi de 8.266 votos

Serginho do Posto foi o vereador mais votado nas eleições municipais de 2016. (Foto: Chico Camargo/CMC)

Com 11.272 votos, Serginho do Posto (PSDB) retorna à Câmara Municipal de Curitiba, em 2017, para seu quarto mandato. Atrás dele, como vereadores eleitos com mais votos, vieram Beto Moraes (PSDB) e Jairo Marcelino (PSD) – 10.097 e 8.865, respectivamente, para a quarta e a nona legislaturas. No outro extremo da lista aparecem três novatos: Oscalino do Povo (PTN), com 3.427 votos, Doutora Maria Letícia Fagundes (PV), 3.311, e Ezequias Barros (PRP), 3.006 votos.

No comparativo aos últimos quatro pleitos os eleitos com mais votos ficaram aquém da média. Os campeões, de 2000 a 2012, foram: Mauro Moraes, com 22.586 votos; Ney Leprevost, 18.582 votos; Roberto Aciolli, 17.377 votos; e Cristiano Santos, 14.819 (reeleito com 6.151 votos).

Na outra ponta, o vereador eleito com menos votos ficou acima dos números de 2012 (Geovane Fernandes, do PTB, com 2.861, reeleito com quase o dobro dessa votação) e de 2008 (Dirceu Moreira, do PSL, cujo partido ficou de fora do Legislativo de Curitiba). Já em 2004 Tico Kuzma, agora no Pros, conquistou a 38ª cadeira com 3.199 votos (desta vez, se reelegeu com 6.113 votos). Em 2000, Antônio Osório Bueno dos Santos fez 3.251 votos. Desde 1988, as eleições de 1992 tiveram o menor número: José Roberto Sandoval se elegeu com 1.448 votos.