Audiência na CMC debate auxílio emergencial a setor cultural

por Claudia Krüger — publicado 12/08/2020 15h10, última modificação 12/08/2020 19h35
Audiência na CMC debate auxílio emergencial a setor cultural

Câmara de Curitiba realiza audiência pública virtual em debate ao auxílio emergencial para o setor cultural. (Foto: Arquivo/CMC)

Na próxima quinta-feira (13), a Câmara Municipal de Curitiba (CMC) realiza audiência pública virtual em debate ao auxílio emergencial para o setor cultural. De iniciativa da Comissão de Educação, Cultura e Turismo do Legislativo, o mote da discussão será a Lei Aldir Blanc (lei federal 14.017/2020), que estabeleceu o amparo à classe artística durante o período da pandemia da Covid-19. O evento acontece a partir das 14h e será transmitido pelo canal da CMC no YouTube.

O requerimento para realização da audiência pública foi aprovado pelo plenário da Câmara Municipal nesta terça-feira (11) – 407.00006.2020. Segundo a justificativa do documento, é necessário discutir a aplicação transparente e democrática dos recursos no atendimento às pessoas e setores ligados à cultura.

No mês de junho, a Fundação Cultural de Curitiba (FCC) debateu junto aos vereadores medidas que viessem a mitigar os impactos da pandemia sobre o setor artístico da cidade, principalmente aos artistas de rua, diretamente afetados com a crise. À época, foi discutida a possibilidade de realocação de recursos do Município para o atendimento dos artistas (leia mais).  

Foram convidados para o debate a presidente da FCC, Ana Cristina de Castro; além de Téo Ruiz, da Feira Internacional de Música do Sul; Bella Souza, da Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro; Paula Gomes e Adriano Esturilho, do Conselho Municipal de Cultura; Isadora Flores, da Rede Coragem; Bernardo Jory, da Batalha das Casinhas; Eliane Berger, do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão do Paraná; e Camila dos Santos da Silva, representante da Aldeia Kakané Porã.