Balanço legislativo: Comissão de Pontes e Viadutos promoveu concurso

por Fernanda Foggiato — publicado 22/07/2020 08h55, última modificação 15/09/2020 20h33
Balanço legislativo: Comissão de Pontes e Viadutos promoveu concurso

Ponte de acesso ao parque Tingui foi a primeira vistoriada pelo colegiado, em novembro do ano passado. (Foto: Carlos Costa/CMC)

Mesmo com a pandemia da covid-19, que a partir de março restringiu suas atividades externas, a Comissão Especial de Avaliação de Pontes e Viadutos da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) manteve os trabalhos. O colegiado realizou quatro reuniões no primeiro semestre deste ano, duas delas em ambiente virtual, além de três inspeções técnicas.

Lançado em março, o concurso Talento Urbanístico Jovem elegeu o projeto da equipe Ekobé, de acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Paraná (UFPR), como sugestão para uma nova ponte de acesso ao parque Tingui, no Pilarzinho. Na vistoria feita em 2019, com o apoio técnico de engenheiros do Instituto de Engenharia do Paraná (IEP) e do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (ITTI), vinculado à UFPR, os vereadores identificaram problemas estrututurais no local.

A votação foi realizada no dia 15 de junho e reuniu sete propostas de estudantes universitários. O design apresentado no projeto da equipe Ekobé, formada pelos acadêmicos João Pedro Reguim de Paulo, Mateus Tedeschi Diogo dos Santos e Sofia Moresca de Lacerda, tem como pilar o respeito à identidade cultural do Tingui. A inspiração é o Memorial Ucraniano, com a utilização de materiais ecológicos e de baixo custo. 

“Foi uma decisão muito difícil, dividida, e pesou favoravelmente o fato de ser uma ideia de rápida implantação”, disse Bruno Pessuti (Podemos), relator da comissão especial de Pontes e Viadutos. Presidente do colegiado, o vereador Mauro Ignácio (DEM) destaca que as ações externas foram interrompidas em função da pandemia, mas que “conseguimos dar andamento na competição de talentos para escolha de uma sugestão de ponte definitiva para o acesso ao parque Tingui, que ainda é de madeira”. 

“O projeto vencedor e os demais serão encaminhados ao Ippuc [Instituto de Pesquisa e Planejamento de Curitiba], para avaliação, servindo como sugestão e contribuição da comissão, através dos estudantes de Arquitetura”, explica Ignácio. Em abril, durante sessão plenária remota, o vereador destacou a realização de obras estruturais na ponte, que no ano passado, após vistoria da comissão da CMC, já havia passado por manutenção. 

Outras atividades

No dia 20 de fevereiro, a Comissão Especial de Avaliação de Pontes e Viadutos inspecionou o andamento das obras da trincheira que está sendo construída na rua General Mário Tourinho, no cruzamento com a avenida Nossa Senhora Aparecida, no Seminário. Também foram vistoriadas duas pontes no Bairro Alto: uma delas, para pedestres, havia caído; a outra estrutura, de concreto, próxima à Linha Verde Norte, após fortes chuvas tinha passado por reparos. As atividades contaram com o apoio técnico do ITTI e da Defesa Civil.

Ainda no último semestre, dentre outras ações, os vereadores discutiriam a assinatura de convênio com a UFPR. A ideia é disponibilizar uma ferramenta para smartphones em que população possa informar problemas nas pontes e viadutos de Curitiba – como rachaduras, erosão, acúmulo de materiais e vibrações excessivas –, com a localização e fotos. 

“A comissão irá discutir no início de agosto se haverá prorrogação dos trabalhos, visto que muitas das ações ficaram prejudicadas pela pandemia, entre elas uma visita ao Abranches, onde moradores reclamaram a falta de um viaduto entre as ruas Desembargador José Carlos Ribeiro Ribas e Carmelina Cavassin”, aponta Mauro Ignácio. Se decidirem manter as atividades do colegiado especial no segundo semestre, o requerimento deverá ser aprovado em plenário. 

Denúncias e sugestões

O site da CMC disponibiliza um canal para o envio de denúncias e sugestões à comissão especial. O banner está disponível na capa do site do Legislativo. Além das redes sociais, postando uma foto da ponte ou viaduto mais a hashtag #ponteseviadutoscuritiba, a população pode participar pelo e-mail comissao.ponteseviadutos@cmc.pr.gov.br.

A comissão

Formada por nove vereadores, a comissão pretende prevenir acidentes e tragédias, como os registrados em outras cidades brasileiras, geralmente por falta de manutenção. O colegiado vistoriou e avaliou a segurança das pontes e viadutos, estabelecendo um catálogo oficial e apresentando à Prefeitura de Curitiba e demais órgãos competentes um relatório com o resultado das inspeções e demais atividades.

Instalado no dia 20 de novembro, o colegiado da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) é presidido por Mauro Ignácio e tem Bruno Pessuti como relator. Também participam os vereadores Cacá Pereira (Patriota), Dr. Wolmir Aguiar (Republicanos), Marcos Vieira (PDT), Maria Manfron (PP), Oscalino do Povo (PP), Professor Silberto (MDB), vice-presidente, e Serginho do Posto (DEM).