Câmara comemora aniversário com vídeo em homenagem à cidade

por michelle.stival — publicado 30/03/2020 00h00, última modificação 11/08/2020 14h51
Colaboradores: Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.
Nesse domingo (29), Curitiba e a Câmara Municipal fizeram 327 anos
Nesse domingo (29), Curitiba e a Câmara Municipal fizeram 327 anos. E para marcar a data, a equipe de Comunicação do Legislativo fez um vídeo especial registrando imagens dos principais pontos turísticos da capital. Parques, praças e ruas, ainda que vazias por conta do isolamento social em prevenção ao coronavírus, evidenciam a beleza da cidade.

“Com desenvolvimento pujante, urbanismo inovador e limpeza reconhecida em todo o mundo, a cidade mantém história e cultura vivas. Agora, passamos por um difícil momento. Mas tudo isso vai passar. Curitiba, cidade linda e amorosa”, diz o texto das redes sociais (Twitter, Facebook, Youtube e Instagram) que acompanha o vídeo, cujas imagens foram captadas pelos repórteres cinematográficos Rodrigo Fonseca e Carlos Costa na última semana.

Outros aniversários
No ano passado, a equipe de Comunicação também foi às ruas, mas para perguntar se as pessoas sabiam quem havia surgido primeiro: a Câmara ou a Prefeitura? O vídeo mostra diversos entrevistados em dúvida e explica qual foi o papel inicial da Câmara para a formação da cidade no Brasil Colônia.

Em 2018 foi inaugurada uma sessão nova no site com arquivos digitalizados das primeiras atas manuscritas da cidade. A principal publicação é o livro Tombo, que contém a autorização para a criação da Câmara Municipal. Desta forma o povoado passou à condição de vila: os vereadores eleitos, a partir dali, fariam a gestão não só do desenvolvimento, mas também de conflitos e a divisão de terras. O sistema flipbook permite que os internautas acessem os livros de smartphones ou desktops como se estivessem folheando as páginas (confira aqui).

Além dessas ações, é de praxe realizar sessões solenes em homenagem a pessoas que se destacaram em suas áreas, o que não pôde ser feito neste ano, mas deverá ser retomado na volta à normalidade das sessões presenciais.