Com enquete, CMC quer saber opinião da população sobre site novo

por José Lazaro Jr. — publicado 09/09/2020 19h22, última modificação 09/09/2020 19h22
Avaliar a nova página da CMC na internet demora um minuto e tem caixa de sugestões.
Com enquete, CMC quer saber opinião da população sobre site novo

O questionário consiste em avaliar o site com notas de 1 a 10 e escrever o que deseja ver melhorado na nova proposta de comunicação da CMC. (Foto: Carlos Costa/CMC)

Quem visita a página da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) na internet, encontra um visual novo, com destaque para as transmissões ao vivo do trabalho parlamentar e com navegação mais amigável para o usuário, com diversos atalhos para facilitar o acesso às ferramentas de transparência do Legislativo. Mas será que as mudanças agradaram? É isso que uma enquete, na capa do novo site da CMC, quer saber. Basta acessar o site e clicar no banner “Novo site da CMC”.

Responder o questionário demora apenas um minuto, pois consiste em avaliá-lo com notas de 1 a 10 e escrever o que deseja ver melhorado na nova proposta de comunicação da CMC. Ela alinhou a Câmara de Curitiba às iniciativas nacionais de software livre capitaneadas pelo Interlegis - um programa do Senado Federal, que busca integrar e modernizar os órgãos legislativos do Brasil. Por exemplo, o site automatizou a tradução dos textos para a Língua Brasileira de Sinais (leia mais).

Na primeira semana, o site novo recebeu 26 mil visitas de 5,8 mil usuários diferentes, sendo que aproximadamente 60% deles acessaram o portal do Legislativo da cidade de Curitiba. A maior parte do tráfego veio de buscas na internet, representando 75% da origem desses usuários, que digitaram Câmara Municipal de Curitiba no Google, por exemplo, e foram direcionados para a página da CMC. Do tráfego, 20% foi acesso direto, quando o usuário digita o endereço pretendido no serviço de internet. Das conversões de redes sociais, 92% delas são provenientes do Facebook.

A sessão de notícias da CMC foi a segunda mais acessada dentro do site, seguida pela seção que descreve o funcionamento da instituição e do Portal da Transparência. Na primeira semana, a notícia mais lida no site da Câmara de Curitiba foi o resultado da Ordem do Dia de 31 de agosto, com vetos integral e parcial na pauta de votações (leia mais).

Restrições eleitorais

A cobertura jornalística dos atos públicos do Legislativo será mantida, objetivando a transparência e o serviço útil de relevância à sociedade. Também continua normalmente a transmissão das sessões plenárias e reuniões de comissões pelas mídias sociais oficias do Legislativo (YouTubeFacebook e Twitter). Entretanto, citações, pronunciamentos e imagens dos parlamentares serão controlados editorialmente até as eleições, adiadas para o dia 15 de novembro de 2020, em razão da pandemia do novo coronavírus.

Em respeito à legislação eleitoral, não serão divulgadas informações que possam caracterizar uso promocional de candidato, fotografias individuais dos parlamentares e declarações relacionadas aos partidos políticos. As referências nominais aos vereadores serão reduzidas ao mínimo razoável, de forma a evitar somente a descaracterização do debate legislativo (leia mais).