Covid-19: registrados balanço da Comissão de Saúde e Dia da Enfermagem

por Fernanda Foggiato — publicado 12/05/2020 23h36, última modificação 12/05/2020 23h36 Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.
Covid-19: registrados balanço da Comissão de Saúde e Dia da Enfermagem

Pandemia voltou a nortear pronunciamentos na sessão plenária. Vereadores destacaram, por exemplo, o Dia da Enfermagem. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

Os vereadores voltaram a falar sobre o combate ao novo coronavírus (Sars-CoV-2) em pronunciamentos no pequeno expediente da sessão plenária desta terça-feira (12). Em resposta a manifestações dessa segunda-feira (11) sobre a distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) a servidores da Saúde, o vereador Dr. Wolmir Aguiar (Republicanos), presidente da Comissão de Saúde, Bem-Estar Social e Esporte da Casa, disse que fará pedido de informações ao Executivo.

O colegiado, segundo ele, está acompanhando a liminar da 5ª Vara da Fazenda Pública, em favor do Sindicato dos Servidores Municipais de Enfermagem de Curitiba (Sismec), da última sexta-feira (8). “Até então nosso conhecimento era que todos estão com máscara”, disse Aguiar, que apresentou novo balanço das últimas ações da Comissão de Saúde.

“Outra preocupação”, acrescentou o vereador, é o pedido de afastamento dos servidores com 60 anos ou mais e portadores de doenças crônicas. “Temos que realmente ter esses dados. Mas quero acreditar que a gestão está fazendo um trabalho com responsabilidade”, pontuou Aguiar, “tanto o prefeito Rafael Greca quanto a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, e não vai se furtar de enviar as informações”.

O presidente da Comissão de Saúde lembrou das visitas feitas aos hospitais do Trabalhador e Universitário Evangélico Mackenzie, com leitos para a covid-19, apresentadas em balanço anterior. “Foi constatada a taxa de ocupação entre 23% e 27%. O trabalho do hospital está sob controle. Nós temos tanto leitos de UTI quanto clínicos para isolamento e acompanhamento”, observou. Conforme boletim da Prefeitura de Curitiba dessa segunda, Curitiba registrava 29 óbitos pela doença, além de 731 casos confirmados e 529 pacientes recuperados. A capital, avaliou, “está bem, continua sendo referência no isolamento e prevenção”.

Dr. Wolmir Aguiar também falou sobre reunião virtual com o presidente da Fundação de Ação Social, Fabiano Vilaruel, nessa segunda. Segundo ele, os servidores receberam kits com máscaras fabricadas pelo FabLab, da prefeitura, além de itens de higiene pessoal, como álcool em gel. O vereador ainda elogiou a distribuição dos cartões do programa Comida Boa, do governo estadual, iniciada nessa segunda. “São 67 pontos [em igrejas]. Pude constatar que está sendo utilizado álcool em gel, a distribuição de senhas, o distanciamento. Todos com máscaras. Nossos agradecimentos também ao Exército, que está na linha de frente”, declarou.

Dia da Enfermagem
Os vereadores também lembraram da comemoração, nesta terça, do Dia Internacional da Enfermagem. Esses profissionais, destacou Ezequias Barros (PMB), “têm enfrentado na linha de frente, junto aos médicos e técnicos, as dificuldades do vírus covid, que tem matado em todo o mundo”. A situação em Curitiba, indicou o vereador, é melhor que em outras cidades, “mas temos que continuar nos cuidando”.

Em alusão à data, Maria Manfron (PP) salientou a dedicação da secretária municipal da Saúde, que é enfermeira de carreira, além dos demais profissionais da categoria, “nosso pelotão de frente”. Bruno Pessuti (Pode) também registrou o Dia Internacional da Enfermagem e Herivelto Oliveira (Cidadania) pediu que o nome da enfermeira Maria Juliana Chaves, falecida no último dia 5, aos 85 anos de idade, constasse no minuto de silêncio observado no final da sessão.

Outros temas
Marcos Vieira (PDT) relatou reclamações sobre o fechamento de 26 unidades básicas de saúde (UBS) da capital. Segundo o Executivo, essa foi uma das estratégias da reorganização da rede municipal de saúde, no enfrentamento à pandemia da covid-19, com o remanejamento de servidores. No entanto, o vereador alertou ao “congestionamento” das unidades em funcionamento. “Isso está ocasionando certo problema. Hoje a vacina que se tem contra o vírus é o distanciamento. Se isso faz parte de uma estratégia, entendo que não é a estratégia mais adequada para este momento”, avaliou.

Professora Josete (PT) considerou “muito grave” a alteração da tarifa técnica pela resolução 10/2020, da Urbs, publicada na última quinta-feira (7) e retroativa ao dia 26 de fevereiro. A normativa tem relação com a lei municipal 15.627/2020, aprovada na semana passada, que estabelece o Regime Emergencial de Operação e Custeio do Transporte Coletivo, devido à pandemia. “Temos uma grande preocupação com isso. É importante que todos os vereadores busquem se aprofundar depois”, afirmou.

Ezequias Barros ainda destacou projeto social denominado Do Sofá Pra Rua, criado durante o período de isolamento social pela pandemia. “Através do celular eles fazem suas reuniões, conversam. É um trabalho muito bonito, inclusive pela parceria com a Prefeitura de Curitiba”, disse. A meta semanal é entregar 350 marmitas à população em situação de rua, além de arrecadar cestas básicas. O vereador propôs votos de congratulações para a iniciativa, que hoje já possui cerca de 120 voluntários. O requerimento aguarda votação (077.00107.2020).