Educação admite prorrogação do mandato de diretores de escolas

por *Notícia elaborada pela estudante de Jornalismo Isabela Miranda, especial para a CMC. — publicado 01/07/2020 11h21, última modificação 01/07/2020 11h21
Educação admite prorrogação do mandato de diretores de escolas

A Comissão de Educação acatou o projeto de prorrogação do mandato dos diretores e vices das escolas municipais. (Foto: Reprodução/YouTube CMC)

A Comissão de Educação, Cultura e Turismo da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) se reuniu remotamente, nesta segunda-feira (29), e acatou 27 projetos. Segue o trâmite regimental a proposta que estende o mandato dos diretores e vice-diretores das escolas municipais por 1 ano, ou seja, até 31 de dezembro de 2021 (005.00186.2019 com substitutivo 031.00017.2020), de iniciativa de Pier Petruzziello (PTB) e Tico Kuzma (Pros).

Em discussão, o vereador Marcos Vieira (PDT) se posicionou favoravelmente ao trâmite da proposta. Ele havia pedido vista ao projeto, mas disse que não apresentou parecer por concordar com o já feito pela relatora Fabiane Rosa (PSD). Segundo ele, as eleições dificultariam as prioridades da educação no segundo semestre, que seriam o retorno e os alunos. Além disso, argumentou que as eleições trariam “um prejuízo muito grande para os alunos e também para as chapas que concorreriam”.

Professor Silberto (MDB) concordou com Vieira e disse que não se sabe se as aulas voltarão integralmente este ano e, caso voltem, terão muitas medidas restritivas. “Talvez as aulas continuem bastante híbridas e remotas”, complementou. O presidente da comissão, Geovane Fernandes (Patriota), também votou favoravelmente, dizendo que “seria impossível uma eleição depois de uma troca de gestores em plena pandemia quando voltariam as aulas”.

A comissão também acatou 24 indicações para prêmios e duas denominações para logradouros públicos (confira aqui). A Comissão de Educação, Cultura e Turismo da CMC é presidida pelo vereador Geovane Fernandes e composta pelos vereadores Dona Lourdes (PSB), Fabiane Rosa, Professor Silberto e Marcos Vieira.