Homologado concurso da CMC; 36 novos servidores serão chamados

por Claudia Krüger e Filipi Oliveira — publicado 27/03/2020 15h25, última modificação 31/08/2020 17h09
Homologado concurso da CMC; 36 novos servidores serão chamados

De mais de 15 inscritos, concurso da Câmara Municipal de Curitiba selecionou 36 candidatos. (Arte: Michelle Stival/CMC)

Foi confirmado, nesta sexta-feira (27), o resultado do concurso público da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) para a seleção de 36 servidores do quadro efetivo nos cargos de analista legislativo, procurador jurídico, redator e técnico administrativo. A única vaga para contador, no entanto, ainda não teve resultado oficial. O edital com a relação e a classificação dos candidatos pode ser conferido aqui.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Curitiba, Sabino Picolo (DEM), o resultado do concurso foi um sucesso. “Foi bem concorrido, com mais de 15 mil inscritos, o que garante uma alta qualificação dos novos quadros da Câmara Municipal, que ficará bem servida com esses profissionais selecionados. Vieram candidatos do Brasil inteiro, e as notas foram altíssimas”, destacou.

Foram selecionados 24 técnicos administrativos, que terão entre as atribuições elaborar ofícios, organizar arquivos e exercer controle dos atos administrativos. Para tomar posse, eles precisarão comprovar a conclusão do ensino médio, terão jornada de 40 horas semanais e receberão R$ 2.259,27 como remuneração inicial. A maior nota foi de 187,5, considerando o máximo de 200. 

As demais vagas foram destinadas a candidatos com ensino superior completo. Foram classificados seis procuradores jurídicos, com formação em Direito e inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil. O primeiro classificado obteve a maior nota do concurso: 190,25. A jornada será de 40 horas semanais e remuneração inicial de R$ 4.556,38.

Outras quatro vagas são reservadas a analistas legislativos, que exercerão atividades de apoio procedimental à atividade legislativa e fiscalizadora da Câmara e precisam comprovar curso superior em qualquer área de formação e registro no conselho profissional, quando houver. O vencimento básico será de R$ 3.835,25. A nota mais alta foi de 184.

O concurso ainda ofereceu duas vagas para redator, com formação em Letras-Português, Comunicação Social ou Pedagogia e registro no conselho regional respectivo, com remuneração de R$ 3.835,25, para redigir e elaborar as atas das sessões públicas e revisar a ortografia das notas taquigráficas decifradas e dos anais. A maior nota foi 173,958.

Contador
O único cargo que não foi homologado foi o de contador. Isso porque o Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC-UFPR) anulou a questão discursiva, realizada pelos candidatos classificados na prova teórica. Segundo edital, assinado pelo presidente Sabino Picolo, a questão será reformulada e reaplicada a estes candidatos, com data e local ainda a serem divulgados pelo NC-UFPR.

A questão anulada consistia em elaborar um parecer sobre uma situação hipotética acerca do orçamento público. Porém, os aspectos legais que deveriam ser considerados para este parecer não estavam elencados no programa de prova “configurando, assim, a existência de vício insanável que inviabiliza a avaliação dos candidatos para o desempenho das funções inerentes ao cargo”, diz o edital.

Leia também: