Propostas ações ao transporte, mulheres sob violência e à cultura

por Claudia Krüger — publicado 22/04/2020 18h48, última modificação 22/04/2020 18h48 Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.
Propostas ações ao transporte, mulheres sob violência e à cultura

Foto: Rodrigo Fonseca/CMC

Em sessão plenária virtual nesta segunda-feira (20), a Câmara Municipal de Curitiba (CMC) admitiu sete requerimentos de sugestão ao Executivo. Os temas incluíram desde transporte público, a medidas de auxílio às mulheres vítimas de violência e à classe artística e economia criativa da capital. Devido ao fim do tempo regimental da sessão, as demais proposições tiveram a votação adiada para a próxima quarta-feira (22).

Foi acatada, por exemplo, sugestão de Bruno Pessuti (Pode) para que seja suspenso, por 60 dias, o prazo de vencimento dos créditos do cartão transporte coletivo da capital, em decorrência da pandemia do novo coronavírus (203.00071.2020). Segundo ele, a medida deve auxiliar a população nesse momento em que a indicação é pelo isolamento social e “e para que ela possa usufruir dos seus créditos” quando retornar às atividades. Na opinião de Rogério Campos (PSD), a regra que determina a validade do cartão transporte, de até um ano, deveria mudar, para que seja válido por um prazo maior. “Mesmo [que o usuário] tenha um acúmulo de créditos, poderia ficar por mais tempo em seu cartão”.

Mulheres
A vereadora Maria Leticia (PV) também teve dois requerimentos admitidos pelo plenário. Um deles refere-se à ampliação das atribuições da rede de atendimento Telepaz, passando a abranger também as mulheres vítimas de violência doméstica (203.00062.2020). A intenção é que o serviço prestado hoje se estenda de forma a acolher essas vítimas e orientá-las naquilo que couber, a fim de que “se aumente o suporte, a notificação e a prevenção aos casos em que há o risco iminente da violência ou onde já há violência de fato”, argumentou. Noemia Rocha (MDB) endossou a preocupação e pediu atenção ainda ao “aumento significativo” de violência contra idosos.

Cultura
Outra proposição de Maria Leticia, que foi aprovada pelos vereadores, é para que o Executivo implemente ações de assistência financeira ao setor cultural e de economia criativa, durante a situação emergencial causada pela covid-19 (203.00063.2020). Em resposta ao vereador Serginho do Posto (DEM), que questionou se o edital anunciado pelo Município ao setor cultural já abarca as sugestões de Maria Leticia, ela respondeu que a medida do Executivo não abrange toda a classe trabalhadora do setor nem dos produtores culturais independentes que atuam na cidade.

Demais propostas
Outras quatro sugestões ao Executivo receberam o aval do plenário. Entre elas a de Mauro Bobato (Pode) para que a prefeitura elabore um sistema de reuniões remotas junto às secretarias municipais (203.00067.2020). As outras três propostas foram apresentadas pelo vereador Marcos Vieira (PDT), incluindo a implantação de academia ao ar livre na praça Padre Felix Estefanowicz, no bairro Santa Cândida (203.00068.2020); o asfaltamento da rua João Kania, trecho entre as ruas São Jerônimo da Serra e Fernando de Noronha, no mesmo bairro (203.00070.2020); e a implantação de jardinete na esquina das ruas Maringá com Porecatu, no Sítio Cercado (203.00069.2020).