Prorrogada por 45 dias, Comissão de Pontes e Viadutos trabalha até setembro

por José Lazaro Jr. — publicado 06/08/2020 18h10, última modificação 15/09/2020 19h44
Prorrogada por 45 dias, Comissão de Pontes e Viadutos trabalha até setembro

Prorrogada por 45 dias, Comissão de Pontes e Viadutos trabalha até setembro. (Foto: Carlos Costa/CMC)

Concluir o escaneamento em 3D de uma estrutura potencialmente ameaçada é o principal objetivo da prorrogação, aprovada nesta quarta-feira (5) pela Câmara Municipal de Curitiba (CMC), do prazo de funcionamento da Comissão Especial de Avaliação de Pontes e Viadutos. O estudo técnico com a tecnologia chamada de “nuvem de pontos”, frisou Bruno Pessuti (Pode), relator da comissão, ajudará em ações futuras de engenharia e “mostra que a CMC, mais uma vez, realiza seu papel fiscalizatório”. A tendência, revelou Pessuti, é aplicar a tecnologia na Ponte Preta, na rua João Negrão, constantemente relacionada a acidentes com caminhões.

Com a prorrogação por 45 dias, a Comissão de Pontes e Viadutos tem até a primeira quinzena de setembro deste ano para apresentar o relatório final (084.00001.2020). Instalada no dia 20 de novembro de 2019, o colegiado é presidido por Mauro Ignácio (DEM) e, além de Bruno Pessuti, também conta com os vereadores Cacá Pereira (Patriota), Wolmir Aguiar (Republicanos), Marcos Vieira (PDT), Maria Manfron (PP), Oscalino do Povo (PP), Professor Silberto (MDB), vice-presidente, e Serginho do Posto (DEM). Confira aqui o balanço de atividades da Comissão de Pontes.

Congratulações e aplausos
Na mesma sessão, os vereadores aprovaram votos de congratulações e aplausos a todas às sete equipes que disputaram o concurso Talento Urbanístico Jovem para a nova ponte de acesso ao parque Tingui, no Pilarzinho. Na vistoria feita em 2019, com o apoio técnico de engenheiros do Instituto de Engenharia do Paraná (IEP) e do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (ITTI), vinculado à UFPR, os vereadores identificaram problemas estruturais no local. 

Venceu o projeto da equipe Ekobé (077.00163.2020), de acadêmicos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Eles e os membros das equipes Carcará (077.00162.2020), GMG (077.00164.2020), Locomotiva (077.00165.2020), Pinhão (077.00166.2020), Studio Frame (077.00167.2020) e DH (077.00172.2020) receberão a homenagem da CMC pela participação no certame. “Também receberam certificados de horas-atividade, para apresentar nas instituições de ensino”, acrescentou Bruno Pessuti.