Serginho do Posto promete metas e austeridade na Câmara Municipal

por José Lazaro Jr. — publicado 02/01/2017 17h50, última modificação 24/08/2020 16h45
Serginho do Posto promete metas e austeridade na Câmara Municipal

Começando seu quarto mandato, Serginho do Posto será presidente da Câmara até 2018. (Foto: Chico Camargo/CMC)

Foi eleito presidente da Câmara de Curitiba, nesta segunda-feira (2), o vereador Serginho do Posto (PSDB). Indicado pelo maior bloco parlamentar, que reúne 25 dos 38 parlamentares do Legislativo, ele não teve oponentes na candidatura (leia mais). No primeiro pronunciamento, Serginho prometeu implantar metas, manter a política de austeridade “que economizou R$ 80 milhões” e incentivar “leis modernas”. “Nós temos que ouvir a voz das ruas, uma vez que 30% do eleitorado não votou nas últimas eleições. Com esse recado, a nossa responsabilidade aumenta”, analisou.
 
 
“Não serão anos tranquilos”, disse Serginho do Posto, referindo-se aos cenários político e econômico. “A Prefeitura de Curitiba terá seus desafios, assim como a Câmara de Vereadores. Vai ser preciso muito diálogo com a sociedade. Vamos manter a transparência, fazer avanços no processo legislativo, com o fortalecimento técnico das comissões e ajustes no regimento interno. Também não buscaremos a construção do novo prédio”, prometeu o novo presidente, cujo mandato é para o biênio 2017-2018, vedada a reeleição. “Farei a defesa da instituição, mas não compactuarei com o mal feito”, afirmou. Começando seu quarto mandato, Serginho foi o vereador mais votado em Curitiba, com 11.272 votos.

Dos 38 vereadores, apenas Noemia Rocha (PMDB) e Professora Josete (PT) não votaram nele, optando pela abstenção, pois entendiam que essas propostas deveriam ter sido apresentadas antes da eleição. Serginho respondeu que o regimento interno não prevê isso, mas que é uma mudança a ser discutida. Foram eleitos para primeiro e segundo vice-presidentes, respectivamente, Tico Kuzma (Pros) e Toninho da Farmácia (PDT). Jairo Marcelino apresentou candidatura avulsa para a primeira secretaria, mas não obteve mais apoios entre os parlamentares. Prevaleceu a indicação do “blocão”, Bruno Pessuti. Ambos são do PSD.

Junto com Bruno Pessuti, foram eleitos para a segunda, a terceira e a quarta secretarias, respectivamente, Mauro Ignácio (PSB), Julieta Reis (DEM) e Cristiano Santos (PV). A eleição da vereadora para a Mesa Diretora foi comentada por outras parlamentares, que cobraram mais participação das mulheres na administração da Câmara Municipal. Maria Letícia (PV), Fabiane Rosa (PSDC), Kátia Dittrich (SD) e Noemia se manifestaram dessa forma. Dr. Wolmir (PSC) e Marcos Vieira (PDT) serão corregedor e vice-corregedor (leia mais). Pier Petruzziello (PTB) foi anunciado líder do prefeito (leia mais).
 
 
 
Mesa Diretora 2017-2018
Presidente: Serginho do Posto (PSDB)
1º Vice-presidente:Tico Kuzma (Pros)
2º Vice-presidente: Toninho da Farmácia (PDT)
1º Secretário: Bruno Pessuti (PSD)
2º Secretário: Mauro Ignácio (PSB)
3º Secretário: Julieta Reis (DEM)
4º Secretário: Cristiano Santos (PV)