GALERIA
VEREADORAS NA POLÍTICA
DE CURITIBA
HOME A GALERIA BIOGRAFIAS NOTÍCIAS

Dra. Clair


13ª legislatura (2001-2002)


Dra. Clair

Natural de Porto União (SC), Clair da Flora Martins nasceu em 10 de julho de 1945, filha de Waldomiro Martins e Paulina Martins. Divorciada, é mãe de três filhos: Juliana, Fernando e Amilcar. Formada em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) e em Letras pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), é especialista em Literatura Brasileira e em Direito Contemporâneo.

Elegeu-se vereadora em Curitiba em 2000, com 5.807 votos. Assumiu o mandato em 2001. Teve projetos para aumentar a vida útil dos táxis; disciplinar a instalação dos radares eletrônicos; criar o Conselho Municipal de Trânsito, Transporte e Sinalização; e para a redução de danos entre usuários de drogas, dentre outros. Em 2002, Dra. Clair lançou-se à Câmara Federal. Com 59.114 mil votos, tornou-se a primeira mulher a eleger-se deputada federal pelo Paraná, mandato assumido em fevereiro do ano seguinte.

Dra. Clair participou da luta contra a ditadura militar. Integrou a organização política Ação Popular: foi presa, em 1971, torturada e, depois de solta, chegou a viver na clandestinidade. Ela defendeu a anistia, as Diretas Já e o Fora Collor. Além da vida política, presidiu o Sindicato dos Advogados do Estado do Paraná, entre 1989 e 2000, e a Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (ABRAT), de 1998 a 2000.

Foi conselheira da Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná (OAB-PR); cofundadora e presidente do Instituto Reage Brasil; e fundadora da Associação Latino-Americana de Advogados Trabalhistas. Em 1997, foi uma das fundadoras do movimento Reage Brasil, de resistência nacional contra a privatização da Companhia Vale do Rio Doce, criada em 1942 por Getúlio Vargas. Dedica-se, atualmente, a seu escritório de advocacia.

* Informações atualizadas em março de 2018.