GALERIA
VEREADORAS NA POLÍTICA
DE CURITIBA
HOME A GALERIA BIOGRAFIAS NOTÍCIAS

MARLENE ZANNIN


9ª legislatura (1983-1988)


MARLENE ZANNIN

Depois de um hiato de três legislaturas, em 1982 Curitiba elegeu, pela primeira vez, duas vereadoras – que tomariam posse em 1º de fevereiro de 1983. Uma advogada e uma médica seriam a terceira e a quarta mulheres a ocupar uma cadeira na Câmara Municipal: respectivamente, Marlene Zannin e Rosa Maria Chiamulera.

Nascida em 11 de setembro de 1955, em Urussanga (SC), Marlene é filha de Angelo Zannin e Corina Maria Brognoli Zannin. Tem um filho, Rodolfo, e é casada com Pedro Paulo Rocha. Formada pela Faculdade de Direito de Curitiba (atual UniCuritiba), é especialista em Direito Processual Civil. Vereadora pela cidade de 1983 a 1988, foi fundadora e presidente do Conselho Municipal da Condição Feminina de Curitiba, em 1985, e integrante do Conselho da Mulher do Paraná, de 2001 a 2007.

São de sua iniciativa leis como a que reconheceu o 20 de novembro como Dia de Zumbi dos Palmares, da consciência e da luta do povo negro (7.186/1988); e a declaração de utilidade pública municipal à União Paranaense dos Estudantes (6.431/1983). É coautora da norma que regulamentava a publicidade e a identificação de bens públicos (7.201/1988).

Com passagem pela chefia da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), foi assessora de gabinete do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), de 1991 a 1993, e diretora da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema), em 1994. Presidente da Comissão de Meio Ambiente da OAB/PR de 2004 a 2006, Marlene foi credenciada pelo IAP, em 2006, como auditora ambiental líder; e pela Fundação Dom Cabral, em 2008, como especialista em gestão responsável para a sustentabilidade (GRS).

De 2007 a 2009, atuou como diretora-adjunta da Copel, onde, até 2010, foi diretora de Meio Ambiente e Cidadania Empresarial. De 2010 a 2011, Marlene foi presidente do Comitê de Sustentabilidade da Câmara de Americana de Comércio (Amcham-Curitiba). Atualmente advoga nas áreas cível e ambiental.

* Informações atualizadas em março de 2018.